Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Hospitais de Criciúma em alerta máximo. Faltam materiais básicos de UTI

Ney Lopes
Por Ney Lopes 06/08/2020 - 06:48Atualizado em 06/08/2020 - 07:10

Comentários ontem numa roda de médicos deixaram clara a preocupação de profissionais da área com a falta de material básico para o funcionamento das UTIs dos dois hospitais de Criciúma. São drogas anestésicas, entre outros insumos, que estão faltando no mercado colocando em alto risco pacientes internados em UTIs. Ontem no final da tarde o Ministério da Saúde prometeu ao governo catarinense a chegada em 24hs de parte dos medicamentos para evitar um colapso total.

O dedo torto do Hilbert

Urussanga em rede nacional com a história do dedo torto do ator apresentador Rodrigo Hilbert na GNT, no programa do Fábio Porchat. Clique aqui e confira o vídeo.

A DATA acabou passando despercebida. Um dos mais elitizados clubes sociais da cidade, o aristocrático Criciúma Clube que, por décadas reinou absoluto como templo da high society exibida criciumense no auge dos anos 70,  80 e 90 onde suas festas eram puro glamour, fez ontem 60 anos.

Andresa Delpieri, dona da página Fadas Modernas na internet, vista pelas lentes de Nessa Garcia

CASA de saliência da cidade, uma das poucas que ainda tenta sobreviver, lança campanha na porta do puteiro pelo uso de máscara e álcool em gel.

PREFEITOS da Amrec voltam atrás e seguem o mestre Salvaro: revogam decreto e salvam bares, botecos, botequins, restaurantes e similares da UTI ao liberarem os estabelecimentos e reabri-los nos fins de semana. Lógico, com implacável vigilância.

Mesmo na pandemia e no isolamento social, a natureza não deixa de ser generosa

O COLUNISTA Ancelmo Goes, de “O Globo”, publicou ontem que o renomado economista Marcelo Neri, da Fundação Getúlio Vargas, fez um estudo apontando que a maior renda per capita entre as 27 capitais brasileiras é a de Florianópolis, como R$ 3.998 mensais, seguida por Porto Alegre e Vitória. Só depois é que vem Brasília (R$ 2.981), São Paulo e Rio de Janeiro.

DE nada adiantou o presidente Bolsonaro usar a camisa do Tubarão em uma das suas lives. Ontem o time do governador Moisés foi rebaixado pra segundona do catarinense.

PARECE que o prefeito de Itajaí não esta sozinho quando sugeriu curar o Covid pelo reto. O general Eduardo Pazuello, ministro interino da Saúde há quase três meses, recebeu ontem defensores da aplicação de ozônio pelo ânus como forma de tratamento do novo coronavírus, registra o site Metrópoles. A prática, já existente em hospitais do Sul do país, ganhou notoriedade após o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, defender a aplicação por via retal.

4oito

Deixe seu comentário