Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Dois padres da Diocese de Criciúma devolvem a batina ao Bispo da cidade

Ney Lopes
Por Ney Lopes 07/02/2020 - 07:20Atualizado em 07/02/2020 - 07:37

Diocese de Criciúma iniciou o ano religioso de 2020 com a baixa de dois padres da sua pastoral. Um dos padres com quinze anos de sacerdócio e o segundo mais jovem com apenas cinco anos no clero. De acordo com observadores religiosos de plantão, um tinha o futuro promissor na área pastoral mas não resistou a tentação e largou o celibato.

 

Mais um presente do fotografo Alex Ribeiro para dar uma aquecida nesta sexta-feira

 

Depois da tempestade, deputado Daniel Freitas volta a fotografar com o poder em rede nacional


 

Urucubaca 

A coisa está tão feia no Criciúma que até o ídolo da torcida e capitão do time, Foguinho, quer ir embora. Cruzeiro deve levar o jogador do Criciúma nas próximas horas. Aliás, iniciou desde ontem uma maratona de reuniões temperadas com orações e preces para todos os santos possíveis para o próximo jogo do Criciúma domingo contra o Avaí na capital. Uma derrota pode colocar o Tigre em penúltimo lugar,  na zona de rebaixamento do Campeonato Catarinense. Vamos rezar.

Café com mistura

Prefeito Clesio Salvaro reúne a imprensa da cidade para um café com mistura nesta sexta-feira a tarde, a partir das 16h, para apresentar o CEI da Praça da Chaminé na Próspera, que semana passada foi alvo de uma grande polêmica pelo corte das árvores que estariam atrapalhando o visual da nova obra da prefeitura.

Medico Juan Pou a maior autoridade em reproduçao humana do sul do pais em Criciuma

 

Patrocínios em baixa

De acordo com o colunista Ihéu Raul Sartori: tudo é oficioso ainda mas alguns dos melhores surfistas do Brasil que moram em Santa Catarina, não escondem a apreensão. Marcas bilionárias como Billabong e Quiksilver, quebraram ou estão quebrando. A Hurley também não está bem. A consequência disso: alguns atletas já estimam um corte de 50% nos contratos.

Saideira de boteco

Povo está reclamando de janeiro. Aí chega fevereiro e continua sem dinheiro.

 

4oito

Deixe seu comentário