Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Novo técnico, velho futebol, primeiro ponto, e mais uma noite infeliz

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 15/05/2018 - 23:28Atualizado em 16/05/2018 - 00:09

Como era sabido, o problema do Criciúma não é técnico. Veio Mazola Júnior e o Tigre foi de uma mesmice sem tamanho. Repetiu a ruindade dos últimos jogos da Série B. E teve mais um destempero do lateral-esquerdo Marlon. Antes de perder um jogador por expulsão, o Tricolor até empurrou o Juventude para o campo de defesa. Resultado da fraqueza do adversário e também das mexidas do técnico estreante.

Depois de um primeiro tempo fraco tecnicamente, Mazola alterou a equipe. Voltou para a etapa final com Luiz Fernando, na vaga de Jean Mangabeira. Depois Andrew e Nicolas entraram para as saídas de Alex Maranhão e Zé Carlos. Durou apenas cinco minutos a vantagem numérica em campo do Ju.

Depois houve também duas expulsões do time gaúcho. No 10 contra 9, o Tigre foi para o tudo ou nada. No velho e bom abafa, desperdiçou algumas faltas próximas a área e nem mesmo com a bola parada soube tirar proveito da vantagem na reta final do confronto. Foi apenas um primeiro ponto, mas que ainda dá margem para várias dúvidas sobre a sequência da competição. O time acabou o jogo sem um meia de armação e dependeu da velocidade do garoto Andrew.

Pouco para uma equipe que precisa de pelo menos mais 44 pontos para escapar da Série C. Para o próximo jogo, contra o Fortaleza, na terça-feira, dia 22, o Tigre terá desfalques nas duas laterais, o que pode piorar ainda mais a situação na classificação. A coisa tá feia, torcedor carvoeiro!! 
 

4oito

Deixe seu comentário