Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Inércia pura. Direção de futebol do Criciúma continua sem anunciar reforços

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 23/05/2018 - 02:00Atualizado em 23/05/2018 - 02:22

Inércia

Pensei numa palavra para adjetivar o momento da diretoria de futebol do Criciúma. E me veio na cabeça a palavra “inércia”, que é mais exatamente um princípio da física, também conhecida como a Primeira Lei de Newton. É a capacidade de resistir à mudança de movimento. A lei da inércia diz que se um corpo está se movendo em uma direção, a tendência é manter-se naquela trajetória, com a mesma velocidade. O problema é que o Criciúma está caindo pelas tabelas, deixando cada vez mais clara a fraqueza do elenco, e mesmo assim não contrata ninguém. A demora em acertar com reforços aumenta ainda mais a angústia da galera carvoeira.

Diretor de futebol, Nei Pandolfo, ainda não anunciou nenhum nome relevante (Foto: gazetaesportiva)

Único bom nome

Entre os jogadores especulados no Criciúma, apenas um nome me agrada. O clube não confirma, mas tudo indica que o Tigre faz investidas sobre o atacante Luidy, ex-Figueirense e CRB-AL. Esse seria um bom reforço para o técnico Mazola Júnior. Luidy pertence ao Corinthians e tem apenas 21 anos.

Luidy pertence ao Timão (Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Falhas defensivas

Um dos assuntos mais redundantes no Criciúma é a questão das falhas defensivas. Nem mesmo o esquema com três zagueiros evitou que o Tigre fosse derrotado em Fortaleza. Vejo infantilidade nos erros de Nino, mas em relação a Fábio Ferreira é o retrato de um jogador com uma lamentável vida pregressa. Fábio não se cuidou na reta final da carreira e hoje, ao lado de Zé Carlos, é um dos piores fisicamente no elenco carvoeiro. E olha que o torcedor depositou toda esperança de uma melhora nesses nomes. Lamentável!

Nino é formado na base do Tigre, mas vem sendo muito criticado (Foto: Fernando Ribeiro)

Uma luz no fim do túnel

Apesar dos erros, especificamente na última rodada, o Criciúma mostrou um leve sinal de melhora na estrutura defensiva. Se os erros individuais diminuírem, o Tigre poderá até sonhar com uma melhora na classificação. Caso contrário, é “morte” na certa. São 12 gols tomados, em sete jogos. É uma média de quase dois gols por jogo. A 31 rodadas do fim da competição, o Tricolor precisa ganhar 14 ou 15 para escapar.

Fábio Ferreira também vive uma péssima fase no Criciúma (Foto: Fernando Ribeiro)

Destaque A Tribuna

Fábio Carile teve o trabalho reconhecido. É muito interessante ver quando isso acontece. Carile aceitou a proposta do Al Wheda, da Arábia Saudita, e irá trabalhar no futebol árabe e irá receber cerca de R$ 1 milhão. O Timão passará a ser comandado por Osmar Loss, até então auxiliar da comissão fixa do clube. A estreia dele será na Libertadores da América.

Nota Zero

Quatro jogadores do Vasco mereceram a punição imposta pelo clube, antes da despedida da equipe na Libertadores. Paulão, Gabriel Félix, Evander e Wellington, que postaram fotos com legendas irônicas à torcida, foram cortados da partida no Chile, diante da La U. Os quatro tem futuro incerto no clube. Merecem uma severa punição, no mínimo. Mexer no bolso é uma alternativa.

4oito

Deixe seu comentário