Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Falhas individuais, coletivas e primeira derrota do Tigre na Série B

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 13/04/2018 - 22:43Atualizado em 13/04/2018 - 22:48

O Criciúma fez um bom jogo diante do Atlético de Goiás, mas pagou o preço por dois erros capitais no sistema defensivo. Quando o Dragão virou o placar, o Tigre pressionava atrás do empate, mas o time da casa deu o golpe final, numa falha do goleiro Luiz. Só houve tempo para mais um gol de desconto do Tricolor, com o lateral Sueliton: 3 a 2. Foi o primeiro revés de uma caminhada de 38 jogos. Mas dentro de campo as coisas até começaram bem para o Tricolor.

Dragão acabou vencendo por 3 a 2 e decretou uma derrota de virada para o Tigre (Foto: Reprodução Sportv)

O belo gol de falta de João Paulo fez renascer a esperança do torcedor carvoeiro, mas uma bobeira de Andrew permitiu o empate adversário quando o Tigre era melhor. No 1 a 0, Mailson teve uma chance clara com Mailson, mas desperdiçou. No começo da etapa final, mais um vacilo e no rebote, Tito fez o segundo dele para os goianos. Tomas Bastos fez o terceiro. Argel ainda tentou buscar o resultado com Maranhão, Kalil e Nicolas.

Das três novidades do segundo tempo, Nicolas mostrou um bom serviço. Ficou a impressão que o Tigre sentiu com o gol de empate após falha infantil de Andrew. Agora só resta focar no próximo jogo, diante da Ponte Preta, no sábado, no Heriberto Hulse.

4oito

Deixe seu comentário