Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Empate contra o Goiás impediu Criciúma igualar recorde negativo de 2008

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 01/11/2017 - 10:11Atualizado em 01/11/2017 - 10:20

Dos males o menor. Uma atuação abaixo da média mais uma vez, um erro infantil que originou o gol do Goiás, mas no final um empate que precisa ser comemorado pelo Criciúma. O time carvoeiro aumentou o jejum de vitórias para cinco jogos, mas escapou da quinta derrota seguida na Série B. Caso perdesse o quinto jogo de maneira consecuita, o Tigre igualaria o recorde negativo de 2008, quando naquela Série B, sofreu cinco maus resultados em sequência.

Criciúma sofreu cinco derrotas seguidas em 2008 (Foto: Ulisses Job)

O goleiro Luiz teve atuação importante, sendo decisivo. O Tigre ficou preocupado apenas em se defender até tomar o gol de Carlos Eduardo, numa falha infantil de Caique Valdivia. O gol despertou a ira do técnico Beto Campos, que acabou deixando Caique apenas 11 minutos em campo.

A substituição gerou uma discussão entre o treinador e jogador. Mesmo assim houve tempo para o Tigre empatar com Lucão. O empate deixa a equipe catarinense ainda a uma vitória da fuga do descenso.

Mais dois empates também podem salvar a equipe. O próximo jogo é terça-feira, contra o Boa Esporte-MG, no Heriberto Hulse.

4oito

Deixe seu comentário