Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Beto Campos fez certo em deixar Caíque apenas 11 minutos em campo?

Marco Búrigo
Por Marco Búrigo 02/11/2017 - 13:27

Empate impede Tigre igualar recorde negativo de 2008

O empate contra Goiás impediu o Criciúma de igualar o recorde negativo de 2008, quando atingiu a marca de cinco derrotas seguidas no Brasileiro. Nove anos depois, o Tigre quase igualou a marca, mas graças ao atacante Lucão conseguiu um ponto importante para a sequência final da competição. O clube precisa escapar o quanto antes do rebaixamento para poder pensar com calma na próxima temporada. Enquanto a pontuação necessária não é alcançada, o presidente Jaime Dal Farra vai tomando algumas ações nos bastidores. Renovações de contrato com jogadores já estão sendo estudadas pelo próprio comandante. O mais indicado é contratar um diretor-executivo. O clube chegou a negociar com dois nomes, mas não teve êxito. O cargo ainda está vago e isso preocupa bastante.

Beto Campos deixou Caíque apenas 11 minutos em campo contra o Goiás (Foto: Lance)

Certo ou errado?

Caíque ficou apenas 11 minutos em campo diante do Goiás. Foi sacado por um erro cometido logo depois de entrar no lugar de Moisés. A decisão do técnico Beto Campos pode ser interpretada de duas maneiras. Há quem considere a decisão autoritária demais. Mas também há quem entenda que o treinador tem autonomia para fazer a mexida que bem entender. O fato é que a estrela de Beto Campos também brilhou, já que o jogador que entrou na vaga de Caíque foi o autor do gol do empate. Isso ameniza a crítica em cima do treinador.

Chateado

Sem dúvida, Caíque está chateado. Não poderia ser diferente. Mas é preciso que o jogador entenda que o mesmo técnico que o deixou apenas 11 minutos em campo, é também o que deu oportunidade a ele de ser titular da equipe. Desde que Beto Campos chegou ao clube, Caíque vinha sendo titular. Dos nove jogos no comando da equipe, Beto só não escalou Caíque como titular justamente diante do Goiás.

Hora de "secar"

Dos quatro jogos que agitam à Série B na noite de hoje, o duelo entre ABC-RN e Luverdense-MT, em Natal, é o que mais interessa ao Criciúma. Um tropeço do time mato-grossense é bem vindo para o Tigre, afinal o Luverdense-MT é o primeiro da zona de rebaixamento. Toda essa preocupação com a “turma de baixo” aumentou em virtude da queda de rendimento do Tigre.

Destaque A Tribuna

Teremos uma grande final na Libertadores. O encontro de brasileiros e argentinos irá sintetizar toda a tradição que o evento tem na América do Sul. O Grêmio pratica hoje o melhor futebol do país e terá como adversário uma equipe bem treinada. Os dois treinadores tem os seus respectivos times “nas mãos”. Exatamente 10 anos depois, o Grêmio terá a chance de vencer novamente a Libertadores e mais uma vez contra um time argentino na final.

Nota Zero

O Paraná Clube perdeu a grande oportunidade de dar um passo importante para o acesso à elite. No último jogo em casa, diante do Oeste-SP, o time paranaense perdeu a chance de abrir sete pontos de vantagem para a própria equipe paulista. O revés diante da equipe de Roberto Cavalo veio com a Vila Capanema lotada. Foi uma noite decepcionante para a torcida que mais tem apoiado uma equipe na Série B. A recuperação terá que vir diante do Brasil-Pe, em Pelotas.

4oito

Deixe seu comentário