Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Jogo dos lanternas

João Nassif
Por João Nassif 08/02/2018 - 11:35Atualizado em 08/02/2018 - 11:42

O jogo de ontem entre os lanternas pela Copa do Brasil só poderia terminar do jeito que começou. Empatado com a vantagem do Criciúma que o regulamento da competição faz valer a velha máxima que empate fora de casa é vitória.

Lanternas em jogo pela Copa do Brasil-2018

Não posso fazer nem um comentário sobre o andamento do jogo. Sem imagens apenas o imaginário fala mais alto e pela escalação ficou evidente que o Criciúma optou por jogar pelo regulamento e se aproveitar, como aconteceu de um erro do São Caetano para conseguir seu gol.

Erro, pelo relato de várias fontes, do experiente volante Cristian que teve uma passagem recente pelo Corinthians depois de anos no futebol turco. O gol do Azulão foi do Rafael Costa, velho conhecido por passagens em vários clubes aqui do estado.

Agora o Criciúma com 1,1 milhão garantidos pela cota de patrocínio espera pelo Cianorte do Paraná pela segunda fase da Copa do Brasil. Jogo no Heriberto Hülse ainda sem data confirmada. O Cianorte que é o terceiro colocado em sua chave no campeonato paranaense se classificou vencendo em sua casa o ABC-RN por 2x1.

Antes, o Criciúma precisa ficar ligado no estadual, pois empunhando uma lanterna tem a obrigação de vencer em Lages no sábado de carnaval. Com vários desfalques e não podendo jogar para segurar o empate o técnico Grizzo terá que inventar uma fórmula para propor o jogo e buscar a vitória, senão pode ter certeza, a chapa vai esquentar de vez.

É um confronto direto, pois o Internacional é o penúltimo colocado dois pontos a mais que o Criciúma.  
 

4oito

Deixe seu comentário