Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Brasil em ritmo de treino

João Nassif
Por João Nassif 01/09/2017 - 07:50

No jogo sonolento de ataque contra defesa a seleção brasileira somente resolveu mudar o cenário na metade do segundo tempo. Jogou três quartos da partida em ritmo de treino de um time classificado para a Copa de 2018 com grande margem de antecedência.

E foi Philippe Coutinho o dínamo que deu ao Brasil vitalidade ao meio-campo da seleção em substituição ao burocrático Renato Augusto. Com Neymar apagado e sabe-se lá porque muito nervoso coube a Gabriel Jesus fazer as vezes de garçom do jogador do Liverpool com uma jogada espetacular que originou o segundo gol brasileiro.

Philippe Coutinho (Foto: Edu Andrade fatopress)

Para não me alongar, afinal creio que o Brasil inteiro assistiu ao jogo, tenho que aplaudir a campanha da seleção nestas eliminatórias, pois além de conquistar a vaga com antecedência garantiu a primeira colocação pela combinação com os outros resultados.

Nas outras quatro partidas somente o Paraguai conseguiu uma vitória gigantesca por 3x0 em cima da seleção chilena em plena Santiago. A Colômbia sofreu para empatar com a lanterna Venezuela em Caracas. No clássico de maior rivalidade na América do Sul, Uruguai e Argentina num jogo sofrível não saíram do 0x0. O Peru em casa derrotou a Bolívia, resultado normal que aproximou os peruanos da zona de classificação.

Ainda assim com mais nove pontos em disputa para cada seleção, somente o Brasil campeão e com Bolívia e Venezuela já eliminadas, sete seleções brigarão pelas três vagas diretas e uma para a repescagem. No dia 10 de outubro tudo estará resolvido.
 

4oito

Deixe seu comentário