Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A casa está caindo

João Nassif
Por João Nassif 06/09/2017 - 03:00

Muitos acreditavam no que seria mais um entre tantos golpes no povo brasileiro. Não bastasse a fantasia do Mundial-2014 ainda de quebra nos enfiaram goela abaixo as Olimpíadas Rio-2016. 

Dois megaeventos que fizeram a festa dos corruptos organizados por um governo que durou mais de uma década e que pautou suas ações em reviver os ensinamentos do antigo Império Romano que lidava com a população em geral, a política do pão e circo que mantinha o povo fiel à ordem estabelecida e conquistava seu apoio.

O pão sabemos bem foi dado no preço baixo dos alimentos básicos e o incremento do Bolsa Família para combater a fome e a miséria que algum tempo depois como ficou comprovado foi desvirtuada, pois milhares de benefícios estavam irregulares, mas eram garantia de votos.

E o circo foi dado na promoção da Copa do Mundo e das Olimpíadas, cujos resultados mostraram desvio de bilhões de dólares num levantamento apenas superficial. Aos poucos vem se apurando e tornando pública a corrupção que envolveu estes dois eventos e os responsáveis vão sendo acusados pelo Ministério Público na esperança que se faça justiça neste país judiado por culpa do próprio povo omisso e cordato que se contenta com um pouco de pão e de circo.

No rescaldo da Copa do Mundo cujo legado prometido não chega a 20%, os organizadores ou estão presos lá fora ou não podem sair do país. 

José Maria Marin, presidente da CBF na época do Mundial está cumprindo pena nos Estados Unidos, Marco Polo Del Nero, atual presidente não bota uma unha fora do país com medo da prisão e Ricardo Teixeira presidente da entidade quando o Brasil foi escolhido como sede é outro que inclusive já declarou que o Brasil é o país mais seguro para se viver. Deve ter se referido à impunidade que existe por aqui.

E ontem finalmente a Polícia Federal foi buscar Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, acusado com alguns comparsas de comprar os votos que deram ao Brasil o direito de sediar as Olímpiadas. Em sua casa foram encontrados quase 500 mil reais em moedas de diversos países. Claro que nada se compara como que foi achado na casa do tal Geddel Vieira, braço direito do atual presidente da República.

Mas, enfim a empulhação de que fomos vítimas aos poucos vai sendo mostrada em todas suas faces. Só resta que apesar de ter demorado a justiça faça sua parte e coloque na cadeia todos envolvidos em mais estes assaltos aos cofres públicos.
 

4oito

Deixe seu comentário