Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Uma PCH nos planos da Coopera

Mas antes desse arrojado projeto de R$ 30 milhões, haverá uma eleição no horizonte da cooperativa
Denis Luciano
Por Denis Luciano 17/01/2020 - 09:58Atualizado em 17/01/2020 - 10:04

As próximas semanas prometem ser agitadas para uma das mais fortes cooperativas de energia elétrica do sul de Santa Catarina. A Coopera, de Forquilhinha, terá eleições para renovar o seu Conselho de Administração. O pleito está marcado para 8 de fevereiro e conta com duas chapas: a do atual presidente Walmir Rampinelli, que buscará um segundo mandato, e a do empresário Odo d´Altoé, que confirmou nesta quinta-feira, 16, o lançamento de um grupo alternativo.

Rampinelli centra o foco nessa eleição, dispensando o natural link com a disputa de outubro, à prefeitura e Câmara. É comum, em cidades onde as cooperativas são vigorosas e influentes - caso de Forquilhinha - esse envolvimento entre as duas eleições, com acordos políticos selados em uma valendo para a outra. Mas, ao menos nas evidências, não parece ser o caso agora. "Estou pensando somente na minha reeleição", garante.

Um dos trunfos do presidente é o peso dos investimentos realizados nos últimos anos. Em texto publicado ontem nas redes sociais, Rampinelli citou R$ 6,6 milhões empregados em 2016 na construção de alimentadores e trocas de religadores, bem como a substituição de postes de madeira por concreto, novos transformadores, cabos e ferragens. Em 2018, ele menciona a destinação de R$ 4 milhões para beneficiar 1,6 mil consumidores de Forquilhinha, melhorando a distribuição de energia ainda para Nova Veneza e parte de Criciúma.

Walmir Rampinelli busca segundo mandato. Será o último, se conseguir vitória, já que o estatuto não permite três mandatos consecutivos

Quando indagado sobre as principais conquistas do seu mandato, elenca a diversificação das atividades da Coopera. "Investimos em internet e na loja de materiais elétricos, e agora o nosso novo e grande projeto, de a Coopera ter uma PCH, está bem maduro", anuncia. A cooperativa investirá R$ 30 milhões, nos planos de Rampinelli - claro que dependendo do resultado da eleição - para contar com uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH), a ser construída em uma área mapeada entre os municípíos de São Joaquim e Painel, na região serrana. "Temos que primeiro comprar o projeto, depois indenizar a área e montar a PCH", refere. A região da Amrec foi descartada por falta de áreas com o relevo adequado para gerar energia. "Pensamos em fazer isso na Barragem do Rio São Bento, mas descartamos pois só seria viável se pudéssemos utilizar todo o volume de água, mas ali só poderíamos usar o excedente, da vazante, daí não é viável", explica.

A chapa de oposição não quer ser rotulada assim. O empresário Odo d´Altoé prefere colocar-se como o cabeça de uma "chapa alternativa". "Nossa chapa será composta por associados que não se sintam representados pelo atual presidente", defende. Odo ensaiou a candidatura desde o fim do ano passado. "Estamos aguardando o edital para terminar de montar a chapa", reforça.

Odo d´Altoé entra na disputa garantindo que lidera não uma chapa de oposição, mas uma chapa alternativa

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT), que é de Forquilhinha, apóia a candidatura de Odo. "Entendo que ele representa uma renovação importante para a cooperativa, seja nos moldes de gestão, seja na interação com a sociedade e os cooperados", disse, em entrevista à Rádio Som Maior nesta sexta-feira, 17. Minotto fez uma crítica à gestão do presidente Rampinelli citando o edital de convocação do pleito. "Colocaram como critério que o candidato tenha um curso específico em cooperativismo, isso tirou da disputa muitos empresários, muitas lideranças que poderiam contribuir e foram tolidos por uma regra dessa", critica.

Nomes postos, está aberta a temporada de pedido de votos entre os associados da Coopera.

4oito

Deixe seu comentário