Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Tigre vai de Wellington Paulista a Giovane Gomes

Atrás de um atacante, Criciúma tenta na Chapecoense, no Pelotas e em clubes da Série C
Denis Luciano
Por Denis Luciano 30/08/2018 - 20:30Atualizado em 30/08/2018 - 20:37

Em busca de um atacante, o Criciúma foi de Wellington Paulista a Giovane Gomes, da Série A do Brasileiro à Copa Rio Grande do Sul, passando por opções da Série C. "Temos conversado com vários atletas", confirmou o diretor executivo de futebol tricolor, Nei Pandolfo, em entrevista coletiva nesta tarde.

"Wellington Paulista por enquanto não quer fazer qualquer movimentação, mas a situação dele com a Chapecoense não está bem definida", disse o dirigente. O jogador está afastado dos treinamentos com o elenco profissional na Chape, segundo a diretoria do clube do Oeste, por "questões técnicas". Wellington distribuiu uma nota hoje afirmando desconhecer as razões.

Wellington Paulista teve boa passagem pelo Criciúma em 2013

Giovane Gomes é atacante do Pelotas, pelo qual foi promovido à elite do Campeonato Gaúcho. Agora, disputa um torneio estadual. Aliás, nem tem sido relacionado nas últimas partidas, o que faz aumentar a especulação em torno do interesse do Criciúma.  "O Giovane entrou na pauta, está vindo bem no Gaúcho. É um atleta bem referendado, um dos treinadores que trabalhou com ele falou muito bem, jovem, 23 anos", disse Pandolfo.

Giovane Gomes, do Pelotas, também na mira tricolor

O clube está de olho também no interior de São Paulo. Do Bragantino, tentou o atacante Matheus Peixoto. "Tem um atleta que foi bem no Paulista e a concorrência é pesada", comentou o dirigente. E do Náutico o Criciúma queria Ortigoza, mas ele está nos planos do Paraná. Wallace Pernambucano, outro atacante do clube pernambucano, foi citado por Pandolfo hoje.

Wallace Pernambucano, do Náutico, é outra possibilidade

"Estamos buscando mais um atleta preocupados com a suspensão do Zé. Ele precisa de um reserva", lembrou o diretor, citando que João Paulo ainda ficará mais duas semanas no mínimo em tratamento no São Paulo, e não tem previsão de retorno, e Lucas Coelho também não tem data marcada para voltar. Zé Carlos foi suspenso por quatro jogos em julgamento no STJD. 

Nei Pandolfo atrás de reforços

Na entrevista de hoje Pandolfo fez também elogios ao trabalho do técnico Mazola Júnior. Confira no podcast.

(Colaboração: Lucas Renan Domingos / A Tribuna)

4oito

Deixe seu comentário