Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Tigre: R$ 1,4 milhão e viagem a Belém ou Porto Alegre

Denis Luciano
Por Denis Luciano 21/02/2018 - 14:14Atualizado em 21/02/2018 - 14:29

Uma noite de muitas decisões no Heriberto Hülse. Vencer o Cianorte colocará o Criciúma na terceira fase da Copa do Brasil. Com isso, o Tigre que já faturou R$ 500 mil pela primeira fase e embolsa R$ 600 mil por participar da segunda etapa, ganhará outros R$ 1,4 milhão pela terceira rodada do torneio, chegando assim a R$ 2,5 milhões. É a parte que vai cabendo a Tigre na nova e volumosa matemática financeira da Copa, que dará ao seu campeão, além de uma vaga na Taça Libertadores, mais R$ 50 milhões.

E esses R$ 2,5 milhões ajudarão a cobrir o rombo nas contas que o presidente Jaime Dal Farra vem reclamando o tempo inteiro. Logo, a partida desta noite determina um oxigênio no sufoco administrativo que o Criciúma vem passando. E tem mais. Se ultrapassar a terceira, alcançando a quarta fase, mais R$ 1,8 milhão na conta. Daí, o tricolor ultrapassaria os R$ 4,3 milhões faturados, quase a cota inteira da participação na Série B do Brasileiro. O Criciúma é Grupo III nas cotas, basta conferir na tabela abaixo.

Se passar pelo Cianorte, o Criciúma se credencia a enfrentar Remo ou Internacional na rodada seguinte. O sorteio dos mandos de campo da terceira fase já foi feito e, chegando lá, o TIgre decidirá em casa. Fará o primeiro confronto na quarta que vem, 28, em Belém ou Porto Alegre, decidindo a vaga em Criciúma no dia 14 de março.

Ah, e não será surpresa para ninguém se, após o jogo com o Cianorte, o Criciúma fechar a contratação do técnico Argel. Ele está com o telefone na mão aguardando. Leia mais do jogo da noite em A Tribuna de hoje e nos acompanhe no Futebol Som Maior com toda a equipe a partir das 19h.

 

4oito

Deixe seu comentário