Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Serão 15 pedágios entre Floripa e Porto Alegre

A próxima praça a operar será em Três Cachoeiras, no Rio Grande do Sul. Ainda em 2020 abrem as do trecho sul da BR-101 catarinense
Denis Luciano
Por Denis Luciano 24/12/2019 - 17:25Atualizado em 24/12/2019 - 17:33

Atualmente, quem faz a viagem de ida e volta entre Florianópolis e Porto Alegre passa por cinco praças de pedágio (somando as cobranças em dois sentidos). No ano que vem esse número triplicará. Em fevereiro deve entrar em operação a nova praça, no município gaúcho de Três Cachoeiras. Depois, ainda em 2020, serão quatro praças, totalizando oito cobranças, no sul de Santa Catarina. No fim das contas, prevalecendo o valor de R$ 5,19 por praça no trecho catarinense, serão 15 pagamentos na soma dos dois trechos, um total de R$ 73,32.

Quem sai de Floripa encara, inicialmente, a praça de Paulo Lopes, onde a tarifa para veículo de passeio está em R$ 2,70. Depois, feito o leilão programado pelo Governo Federal para 2020, haverá uma praça no quilômetro 298,5 da BR-101, em Laguna, com tarifa de R$ 5,19 (valor sugerido para o certame. Pode baixar um pouco). Após, no quilômetro 345,4 em Tubarão, no 405,8 em Araranguá e no 458,7, em São João do Sul, cada um também a R$ 5,19.

Chegando ao Rio Grande do Sul, está a praça de Três Cachoeiras, em construção (80% concluída) e que deverá entrar em operação em fevereiro. Ali, a tarifa será de R$ 4,40. Na BR-290, em Gravataí, nova cobrança de R$ 4,40 antes da chegada a Porto Alegre. Daí já foram sete pagamentos.

Pedágios - Florianópolis / Porto Alegre

Paulo Lopes - R$ 2,70

Laguna - R$ 5,19

Tubarão - R$ 5,19

Araranguá - R$ 5,19

São João do Sul - R$ 5,19

Três Cachoeiras - R$ 4,40

Gravataí - R$ 4,40

Iniciada a viagem de volta a partir da capital gaúcha, são duas praças na BR-290, a Free Way: em Gravataí (mais R$ 4,40) e em Santo Antônio da Patrulha (R$ 8,80). Depois, ainda no trecho gaúcho, essa de Três Cachoeiras que começa a funcionar em fevereiro: mais R$ 4,40. Entrando em Santa Catarina, de volta as praças de São João do Sul, Araranguá, Tubarão e Laguna, cada uma aos R$ 5,19 já citados. Daí é Paulo Lopes a R$ 2,70 para então chegar a Florianópolis. São oito nesse sentido, uma a mais do lado oposto já que há a cobrança - a mais cara de toda a extensão - na cidade gaúcha de Santo Antônio da Patrulha.

Pedágios - Porto Alegre / Florianópolis

Gravataí - R$ 4,40

Santo Antônio da Patrulha - R$ 8,80

Três Cachoeiras - R$ 4,40

São João do Sul - R$ 5,19

Araranguá - R$ 5,19

Tubarão - R$ 5,19

Laguna - R$ 5,19

Paulo Lopes - R$ 2,70

Sobre o trecho catarinense a ser leiloado, o arremate está marcado para ocorrer em São Paulo, em fevereiro próximo, e envolve investimento de R$ 3,4 bilhões mais custo operacional de R$ 4 bilhões e o trecho vai do quilômetro 244,6, em Paulo Lopes, até o quilômetro 465,1, na divisa entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Daqui a um ano, no Natal de 2020, a realidade descrita acima deverá realmente acontecer entre as capitais gaúcha e catarinense. A judicialização do leilão no trecho sul de Santa Catarina, especulada após a confirmação do certame, está fora do radar das lideranças. Agora é esperar por um milagre de uma tarifa semelhante à adotada no trecho norte, em vez dos R$ 5,19 propostos. Nada mais além disso.

Confira também - Não judicializar o pedágio na BR-101 Sul

4oito

Deixe seu comentário