Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Róger Guedes: matemática na Justiça?

Denis Luciano
Por Denis Luciano 13/03/2018 - 08:42Atualizado em 13/03/2018 - 08:53

Levantamos na edição de hoje do jornal A Tribuna a possível judicialização em que pode resultar uma futura venda do atacante Róger Guedes. O Criciúma diz ter 75% dele. O Palmeiras, os demais 25% dos direitos econômicos. Mas o advogado Cristofer Nunes, empresário da CNN Sports e presidente do Internacional de Lages, garante ter documento comprovando possuir 25% dos direitos sobre o jogador. Neste cenário, outros 15% seriam do pai do atleta e, dos 60% que restariam ao Criciúma, 25% foram repassados ao Palmeiras. Ou seja, na versão de Nunes ao Tigre cabem 35%.

E mais, a parcela do Criciúma não é exatamente do clube, mas da GA, a gestora que tem os direitos econômicos de Róger Guedes. Até o ano passado ele era alvo de sondagens de uma possível venda por até 10 milhões de euros. Hoje, especialistas apontam em 5 milhões de euros o valor de mercado do atleta. Não há um negócio a caminho, nos confirma o Nei Pandolfo, diretor executivo de futebol do Criciúma, e o clube está de olho. Afinal, se a conta do Criciúma estiver certa, o clube poderia colocar a mão em R$ 15 milhões em caso de uma futura venda de Róger. Mas e se a conta do Cristofer Nunes for a certa, daí caberão ao clube R$ 7 milhões.

Seja como for, Róger Guedes precisa voltar a encher os olhos nos gramados, e não conseguirá com a atual fase no Atlético (MG), discutindo com treinador e se isolando dos colegas, conforme os relatos que vem de lá. Ele já foi emprestado pelo Palmeiras por relacionamento difícil também. Ou controla o temperamento, ou morre na casca. E isso será ruim para todos: Róger e, no frigir dos ovos, o Criciúma. Todos os detalhes na página 40 de A Tribuna nesta terça. Confere lá!

 

4oito

Deixe seu comentário