Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

O velho problema dos bancos no Rincão

Mais uma temporada passa com a população e veranistas tendo pouca estrutura para suas transações financeiras
Denis Luciano
Por Denis Luciano 03/01/2020 - 16:29Atualizado em 03/01/2020 - 16:30

Entra ano, sai ano e o Balneário Rincão convive com um "isolamento bancário". Ocorre que faltam agências para atendimentos de bancos no município, e isso desde muito antes da emancipação. A reclamação voltou à tona nesta sexta-feira, 3. 

"No Rincão temos somente dois caixas eletrônicos para saques, sem agências, salvo o Sicredi. Isso deve afastar turistas, com certeza". A observação é de Amarildo Cardoso, de Criciúma, que nos procurou preocupado com a situação. 

Já houve tratativas da atual administração com a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. Entre as tentativas, a de instalação de uma agência lotérica no Bairro Pedreiras. Já há uma no Centro, além de caixas eletrônicos em supermercados no Centro e no Pedreiras. Mas é pouco, muito pouco perante a demanda da temporada, de um Rincão que salta dos seus costumeiros 12,5 mil habitantes para mais de 100 mil moradores entre os meses de veraneio.

A Caixa ainda não respondeu aos apelos da prefeitura, mas o Banco do Brasil informou que está fechando agências pelo país, o que torna ainda mais difícil o atendimento à demanda do Rincão. Ou seja, nem previsão para solucionar este velho incômodo.

4oito

Deixe seu comentário