Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O Tigre vivo. E a tabela ajuda (VÍDEO)

O empate com o Brusque, um adversário direto, não foi de todo ruim para o Criciúma
Denis Luciano
Por Denis Luciano 22/03/2019 - 00:22Atualizado em 22/03/2019 - 00:24

Sexto lugar com 18 pontos. Claro que a campanha não empolga, mas ainda não tira o Criciúma da briga por uma vaga na semifinal do Campeonato Catarinense. Afinal, o Tigre está a apenas dois pontos do G-4, que ganhou um novo integrante na noite desta quinta-feira.

Futebol Interior / Reprodução

Com o empate em 0 a 0 diante do próprio Criciúma, no estádio Augusto Bauer, o Brusque alcançou o Marcílio Dias nos 20 pontos. Está na frente nos critérios - 4 a 3 no saldo - por isso desbancou o time de Itajaí. Confra nas imagens da TV Brusque os lances do empate do Tigre sem gols fora de casa.

Mas o empate não foi de todo ruim para o Criciúma. Basta analisar a tabela. A diferença de dois pontos em 12 a disputar é "removível", embora a atuação desta quinta não tenha enchido os olhos. Cabe lembrar que nesta quinta houve outro empate: Joinville 1x1 Hercílio Luz.

Empate em 1 a 1 na Arena entre JEC e Hercílio / Foto: Júlio César / JEC

Faltam quatro rodadas para o término da primeira fase e ouso dizer que a melhor sequência de jogos entre os três principais concorrentes pela quarta vaga é a do Criciúma. Senão vejamos: o Tigre faz as duas partidas mais difíceis em casa, contra o Avaí, já classificado, e o Joinville, cambaleante. E fora atuará contra dois candidatíssimos ao rebaixamento, Metropolitano e Hercílio Luz.

Futebol Interior / Reprodução

Vamos ao Marcílio. Terá em casa os mais fáceis, ok, justamente contra os que o Tigre visita: Metro e Hercílio. Mas sairá para pegar o Joinville, que em casa ainda poderá estar vivo daqui a duas rodadas, e o Figueirense, que segue invicto no Estadual.

E o Brusque? Terá apenas um jogo em seus domínios a partir de agora. Na penúltima rodada, contra o Avaí. De resto, visitará Tubarão (desesperado para não cair), Chapecoense (que uma hora sairá da crise) e despede-se fora diante do Metropolitano (que pode estar no desespero para, em Blumenau, ganhar e tentar não cair). Ouso dizer que sim, a melhor sequência é a do Criciúma, mas ele precisa fazer por si.

Futebol Interior / Reprodução

Os jogos que restam:

Brusque - Tubarão (fora), Chapecoense (fora), Avaí (casa), Metropolitano (fora)

Marcílio Dias - Metropolitano (casa), Joinville (fora), Hercílio Luz (casa), Figueirense (fora)

Criciúma - Avaí (casa), Metropolitano (fora), Joinville (casa), Hercílio Luz (fora)

4oito

Deixe seu comentário