Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

NSC e a guinada dos jornais impressos

O tradicional Diário Catarinense é um dos títulos que passa a ter uma edição impressa semanal
Denis Luciano
Por Denis Luciano 16/10/2019 - 15:34Atualizado em 16/10/2019 - 15:45

A notícia foi anunciada oficialmente na tarde desta quarta-feira, 16. Os jornais Diário Catarinense, Santa Catarina (Santa, de Blumenau) e A Notícia, de Joinville, deixam de ser diários na versão impressa e contarão com circulação no formato revista no fim de semana. O Hora de Santa Catarina passará a ter somente edição online. DC, Santa e A Notícia focarão, ao longo da semana, em suas versões online, com conteúdo centrado no NSC Total.

Conforme a notícia do Portal Making Of, demissões estão ocorrendo nos veículos, e entre os planos para o futuro estaria a transferência da impressão dos jornais do parque gráfico de Florianópolis para uma estrutura terceirizada em Tubarão.

A informação sacode a mídia catarinense nesta quarta. Será uma guinada violenta em títulos tradicionais do jornalismo catarinense. O Diário, mais jovem do trio que virará revista semanal, foi fundado em 1986 e representou uma revolução na imprensa estadual na época, já que surgiu no vácuo do Jornal O Estado, veio sob a liderança do Grupo RBS e surgiu como o primeiro jornal informatizado do Brasil. Foi a primeira redação a abandonar a máquina de escrever.

O Santa é herdeiro de uma tradição nascida em 1971 em Blumenau, enquanto o A Notícia é mais antigo ainda, de 1923. Sofre essa grande mudança a apenas quatro anos do seu centenário. Esses dois títulos foram incorporados ao Grupo RBS nos últimos anos, passando depois ao controle da NSC.

Abaixo, o comunicado oficial:

As tecnologias digitais impactaram o hábito no consumo de informações, com prioridade para as notícias no meio digital. A sociedade vem se transformando e a NSC acompanha o comportamento dos leitores. A empresa anunciou na tarde desta quarta-feira (16/10) alteração na sua unidade de jornais, com reforço na distribuição de conteúdo na plataforma digital NSC Total e mudanças no canal impresso.

A partir de 26 de outubro, a produção diária de conteúdo será direcionada para o portal NSC Total e os jornais Diário Catarinense (DC), A Notícia (AN) e Jornal de Santa Catarina (Santa) passam a ser semanais. As publicações de fim de semana serão reformuladas para o formato revista e a Hora de Santa Catarina se torna exclusivamente online. 

Essas mudanças significam uma ampliação e atualização permanente da produção de conteúdo. “Estamos ampliando nosso conteúdo online para ir onde grande parte do nosso público já está, com informação mais ágil e acessível. Porém, avaliamos que existe espaço para o impresso, com um produto sofisticado e com conteúdo aprofundado, como o que estamos preparando para os finais de semana”, afirma o presidente da NSC Comunicação, Mário Neves.

As edições impressas terão formato mais atraente, com capa em papel couché e páginas internas com impressão a quente. A edição de fim de semana dos três jornais mantém suas características regionais, com reportagens locais e articulistas específicos. DC Revista, AN Revista e Santa Revista terão reportagens especiais, matérias em parceria com o New York Times, conteúdo de cultura e comportamento e muita opinião.

Para marcar essa nova fase, foi lançada a promoção Sorte Total, que vai premiar os assinantes que acessarem os conteúdos na plataforma NSC Total. Diariamente, o assinante que acessar matérias editoriais publicadas na plataforma recebe um número da sorte, que participa de sorteios de mais de 120 prêmios, entre eles um carro, moto, pacotes de viagem, notebooks, smartphones e ingressos.

Para os assinantes, a NSC vai oferecer um pacote de novos serviços agregados, que serão apresentados a partir do dia 21.

O movimento na unidade jornais está sendo planejado há três anos, com ações que prepararam a empresa para o processo de transformação digital, com treinamentos constantes e estímulo constante à construção do novo. "Precisamos encarar de frente o desafio de transformar a NSC para que ela continue crescendo de forma consistente e seja ainda mais relevante para a sociedade catarinense”, explica Neves.

4oito

Deixe seu comentário