Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Novo pedido de impeachment de Moisés está entregue

Deputados Maurício Eskudlark e Ana Campagnolo entregaram ao presidente da Alesc. "Ele é um anão político", disparou a parlamentar
Denis Luciano
Por Denis Luciano 12/05/2020 - 16:12Atualizado em 12/05/2020 - 16:22

Está nas mãos do presidente da Assembleia Legislativa (Alesc), o novo pedido de impeachment contra o governador Carlos Moisés (PSL). E que promete ser o mais polêmico e abrangente, já que parte de dois deputados estaduais que, por seus discursos afiados, parecem chegar munidos de vários votos de apoio entre os colegas de plenário.

Depois de vários dias de preparação, o deputado Maurício Eskudlark (PL) finalmente entregou o pedido - que trata-se de um volumoso processo, muitos papeis - ao presidente da Alesc, deputado Julio Garcia (PSD). Detalhe, Eskudlark, que foi líder do governo Moisés até o fim do ano passado, não assina sozinho o pedido. Com ele, avaliza o pedido a deputada Ana Caroline Campagnolo (PSL). Do mesmo partido de Moisés, a deputada esteve desde os primeiros tempos do mandato rompida com Moisés, e distante do governador. Chegou, a exemplo do deputado criciumense Jessé Lopes, a ter sua expulsão do PSL cogitada. Campagnolo e Jessé foram, da bancada do PSL, os de maior oposição ao governador, e de maior alinhamento com o presidente Jair Bolsonaro.

A adesão de Ana Caroline à autoria do pedido tem algo de emblemático, já que Eskudlark foi buscar essa parceria em uma deputada da bancada de seis parlamentares do próprio partido do governador.

Eskudlark e Ana Caroline entregando o pedido de impeachment ao presidente da Alesc

"Algumas atitudes do governo foram piores que o coronavírus", disse antes de mim, aqui, o deputado Moacir Sopelsa (MDB). "Eu me senti enganada pelo governador. Votei nele, me senti enganada pois depois de eleito, fui cobrar os compromissos e vi diante de mim um homem arrogante, prepotente, debochado e indisposto a negociar, chegou a gargalhar das propostas que levei para ele", disparou. "O cidadão catarinense não precisa se envergonhar, é legítimo esperar mudança. Mas é óbvio que esperávamos que ele fosse um grande homem, e descobrimos que ele não é nem um homem grande, nem um grande homem. Ele é um anão político, vive de dar rasteiras, pela baixa estatura moral e política que tem", reforçou a deputada.

Ouça abaixo o pronunciamento de Ana Caroline:

Ana Caroline fez, durante sua fala, uma exposição de manchetes contra Moisés que a mídia estadual vem propagando. Uma delas é do 4oito, e refere entrevista do deputado Ivan Naatz sugerindo que o governador "parasse com as baladinhas na Agronômica".

Protocolado, o processo agora segue sua tramitação rumo às comissões da Alesc. Em paralelo, também nesta terça, a CPI dos Respiradores faz sua primeira reunião.

4oito

Deixe seu comentário