Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

No jogo dos diferentes, os semelhantes

Oito pontos e realidades diversas separam Tigre e Ponte. Mas Léo Gamalho e Renan Fonseca se aproximam no perfil físico
Denis Luciano
Por Denis Luciano 04/09/2019 - 10:19Atualizado em 04/09/2019 - 10:22

Não foram poucas as cenas que colocaram próximos, na noite desta terça-feira, 3, o atacante Léo Gamalho e o zagueiro Renan Fonseca. Separados por oito pontos e com oito times entre eles na classificação da Série B, Criciúma e Ponte Preta viram um ponto em comum no confronto que terminou em 0 a 0 no Heriberto Hülse: a semelhança física entre ambos.

Fora a grande quantidade de memes que tomou conta das redes sociais desde a noite passada, Gamalho e Renan são velhos conhecidos. "Grande centroavante, grande amigo, pessoa da melhor qualidade", disse o jogador da Ponte, ao deixar o gramado no intervalo da partida.

Não ficou claro quem se inspirou em quem no visual, mas tudo indica que começou com Léo Gamalho, o mais experiente dos dois. O avante tricolor tem 33 anos, enquanto o defensor da Ponte está com 29.

Na bola, Renan foi menos comedido que Gamalho ao avaliar o jogo sem gols no Majestoso. "Nosso sentimento é de um jogo fácil para nós, mas não acertamos três passes seguidos. Estamos tomando as decisões erradas e não estamos conseguindo nem ficar com a posse nem sair com a bola. Vamos ajustar para no segundo tempo, com a bola no chão" disse o zagueiro, ainda no intervalo.

Após a partida, Gamalho citou um Criciúma melhor. "Difícil o jogo, a gente no segundo tempo teve um ímpeto melhor, criamos algumas chances. Não conseguimos fazer, no próximo jogo tentar melhorar", destacou.

4oito

Deixe seu comentário