Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Minotto anuncia o vice em live no fim da tarde

Allison aguarda pelo Podemos, Júlia com duas opções. Os demais quatro vices já são conhecidos
Denis Luciano
Por Denis Luciano 15/09/2020 - 14:11Atualizado em 15/09/2020 - 14:13

Tudo se encaminha para a confirmação de sete candidaturas à prefeitura de Criciúma. Dos sete cabeças de chapa encaminhados, quatro já contam com candidatos a vice-prefeito. Restam os outros três.

Clésio Salvaro (PSDB) repete a dobradinha com Ricardo Fabris (PSD). Dr Anibal chancela na convenção desta terça, 15, a parceria com Lisiane Tuon (DEM). Chico Balthazar oficializou, no fim de semana, o vice Júlio Bittencourt, também do PT. Ederson da Silva vai confirmar, na convenção desta quarta, 16, a chapa pura do PSTU, com o vice Pedro Ângelo.

O próximo que deve anunciar o vice é Rodrigo Minotto. O deputado vai, em chapa pura, contar com um vice também filiado ao PDT. "Vai ser alguém completamente fora das especulações", garantiu fonte ligada ao partido. "Vocês vão se surpreender com o nome que vamos apresentar", confidenciou Minotto em conversas nas últimas horas. Minotto marcou uma live para as 19h desta terça para anunciar seu vice.

É questão de horas, também, para a confirmação do vice de Júlia Zanatta. Era para ter sido na noite desta segunda, 14, na convenção do PL. Júlia levou o nome do marido Guilherme Colombo, mas algumas resistências fizeram minar a indicação. "Não estavam me oferecendo outra alternativa, e o Guilherme é de minha confiança", justificou a candidata, em entrevista ao Programa Adelor Lessa nesta terça. Mas em seguida Júlia anunciou que há outro nome indicado: o do pastor Lucas Alexandre, filiado ao PL e que não estava mapeado para concorrer à Câmara. Lucas é filho do pastor e vereador Jair Alexandre, e a exemplo do pai milita na Igreja do Evangelho Quadrangular.

E tem o vice do PSL ainda. Dr Allison Pires confirmou candidatura no fim de semana, e a vaga de vice ficou em aberto para um possível aliado. A bola da vez é o Podemos, que poderia indicar o Coronel Cosme Manique Barreto, ainda mantido como pré-candidato a prefeito. Se Cosme confirmar a candidatura própria do Podemos, o que ainda é uma possibilidade, ele teria como vice, também pelo Podemos, o ex-vereador Pedro César Faraco. Neste caso, Allison buscaria no próprio PSL um vice, talvez um dos vereadores do partido, Júlio Kaminski ou Edson Paiol. Mas há uma chance maior, de fato, de parceria entre PSL e Podemos.

Os martelos serão batidos até o apagar das luzes desta quarta-feira. Lembrando que hoje estão faltando exatamente dois meses para as eleições.

4oito

Deixe seu comentário