Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Mais sobre Mazola Júnior, o novo treinador do Tigre

Denis Luciano
Por Denis Luciano 12/05/2018 - 16:19Atualizado em 12/05/2018 - 16:22

Uiles Gonçalves Geraldo de Freitas Júnior, o Mazola Júnior, foi anunciado na tarde deste sábado. É o novo treinador do Criciúma. O Tigre ficou sem técnico desde a noite de quarta-feira, quando demitiu Argel Fucks após a quinta derrota em cinco jogos na Série B. Mazola assume o Criciúma em penúltimo e talvez em último lugar, caso ainda hoje o Boa Esporte pontue contra o CSA em Maceió.

Mazola é paulista de Campinas e tem 53 anos. Começou a carreira em 2009 no Ituano, do qual saiu em 2010 após participar da Série D do Brasileiro e Campeonato Paulista. Em 2010 transferiu-se para o Sport Recife, para comandar as categorias de base. Assumiu interinamente a equipe principal quando da demissão do técnico Hélio dos Anjos, permanecendo 11 jogos na função. Depois foi substituído por Paulo César Gusmão, retornando à base.

Mazola no Sport / Foto: Divulgação

Em 2011 teve uma grande chance e aproveitou. Na reta final da Série B, com a saída de PC Gusmão, ele assumiu o Sport para tentar confirmar ou não o acesso à Série A. E deu certo. Chegou lá com uma vitória dramática na última rodada, 1 a 0 sobre o Vila Nova em Goiânia. Permaneceu para o Estadual do ano seguinte, sendo vice-campeão em Pernambuco perante ao Santa Cruz, acabou demitido.

Assumiu em seguida o Ipatinga. Com sete derrotas seguidas, caiu do clube mineiro. Foi contratado pelo Bragantino em dezembro de 2012, pelo qual ficou em décimo lugar no Paulistão de 2013. Saiu na Série B. Mazola partiu então para o Cuiabá, pelo qual fez a Série C do Brasileiro, sem acesso.

Salvou o time do Mato Grosso do descenso e chamou a atenção do Paysandu, no qual chegou no começo de 2014. No Papão permaneceu um semestre, entregando o cargo após sua família sofrer ameaças de morte. Mantinha até então boa campanha. Teve rápida passagem pelo Bragantino, e retornou ao Paysandu ainda em 2014. Reassumiu o time ainda na primeira fase da Série C, assegurando vaga à segunda etapa e, ao desbancar o Tupi, garantiu acesso à Série B de 2015.

Embora badalado e bem cotado com o acesso, saiu do Paysandu em dezembro de 2014 e, no começo de 2015, foi contratado pelo Botafogo de Ribeirão Preto. Outra curta passagem. Assumiu então o CRB pela primeira vez. Fez a Série B de 2015 e repetiu a dose em 2016. Nesse meio tempo, sagrou-se campeão estadual em Alagoas mas deixou o clube no fim da temporada, após 102 jogos no clube.

Começou 2017 no Vila Nova. Com o vice-campeonato em Goiás acabou dispensado. Voltou então para o CRB em setembro do ano passado, garantindo a permanência do time de Alagoas na Série B, depois de acirrada briga contra o descenso. Saiu do clube de Maceió em abril, após perder o Estadual para o rival CSA e começar a Série B com uma derrota para o Oeste por 2 a 0 em São Paulo.

Chega ao Criciúma para fazer seu primeiro trabalho no sul do Brasil. Estreia no Tigre terça-feira, em casa, contra o Juventude.

Mazola Júnior, 53 anos

Nascido em 28/2/65 em Campinas (SP)

Clubes: Ituano, Sport, Ipatinga, Bragantino, Cuiabá, Paysandu, Botafogo (SP), Vila Nova e CRB

Título: Campeão alagoano de 2016 pelo CRB

Acessos: Sport Recife para a Série A em 2011 e Paysandu para a Série B em 2014

 

 

4oito

Deixe seu comentário