Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Impeachment: Na quarta, os dez nomes da comissão mista

Denis Luciano
Por Denis Luciano 21/09/2020 - 16:51Atualizado em 21/09/2020 - 16:55

Serão conhecidos na quarta-feira, 23, os dez nomes que vão compor o chamado tribunal do impeachment, a comissão mista a ser montada entre Assembleia Legislativa e Tribunal de Justiça (TJSC) para levar adiante, ou não, o processo de impedimento do governador Carlos Moisés (PSL) e da vice Daniela Reinehr (sem partido). A lembrar que, o que a Alesc, aprovou na última quinta, 18, foi a admissibilidade, ou seja, a sequência do processo. Tanto que não houve afastamento imediato dos envolvidos.

Na quarta, a Alesc fará uma votação, da maior para a menor bancada, e dessa votação serão apurados os cinco mais votados para compor a comissão mista. A votação começa pelo MDB e pelo seu líder, o deputado criciumense Luiz Fernando Vampiro. Ou seja, o ritual de votação para montagem da comissão será o mesmo que foi adotado na sessão do impeachment no plenário. Cada deputado terá cinco votos, vai sugerir cinco nomes. Difícil fazer apostas, embora haja uma clara inclinação pelos 32 (no caso de Daniela) ou 33 (no caso de Moisés), que votaram pelo impeachment.

Também na quarta, o TJ faz a sessão a partir das 15h para sortear os cinco desembargadores. O presidente do Tribunal, desembargador Ricardo Roesler, é quem presidirá a comissão mista. É nessa comissão que, por votação simples, vai ser selado o destino breve de Moisés e Daniela. Se, por maioria simples, já na abertura dos trabalhos, os membros da comissão entenderem que a investigação terá que transcorrer com Moisés e Daniela afastados por 180 dias, eles serão afastados imediatamente. E isso ocorrerá em poucos dias.

4oito

Deixe seu comentário