Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Fluminense de Joinville, a zebra que lidera a Série B

Tem Campeonato Catarinense rolando, com tradicionais brigando contra novidades por duas vagas na elite estadual de 2019
Denis Luciano
Por Denis Luciano 21/06/2018 - 11:26Atualizado em 21/06/2018 - 11:30

O Joinville naufraga em um dos piores momentos da sua história recente. De time de Série A em 2015, fruto do título da Série B no ano anterior, o JEC entrou depois na decadência que hoje o coloca como candidatíssimo ao rebaixamento à Série D do Campeonato Brasileiro. Enquanto isso, vai surgindo, timidamente, uma segunda força na maior cidade do estado.

É o Fluminense, time nascido no Itaum, um bairro de 14 mil habitantes, ou seja, um bairro com a população de Siderópolis, ou Nova Veneza, ou Morro da Fumaça. Mais ou menos. Profissional desde 2014, andou na Terceirona catarinense e ano passado disputou a Série B estadual. Este ano arranca como a grande surpresa da competição.

Olha o Fluminense ganhando do Metro ontem na Arena Joinville

Ontem à noite, na Arena Joinville (sim, o Fluminense manda seus jogos na mesma Arena onde o JEC jogou a Série A e tenta hoje, a duras penas, se manter na Série C) o Fluminense derrotou o Metropolitano por 2 a 1. Aquele Metro, o de Blumenau, que muito já incomodou a vida do Criciúma. Eric, aos 24 do primeiro tempo, e Oberdan, aos 28 da etapa final, anotaram os gols do Flu, que com o resultado lidera a Série B estadual com 10 pontos.

Campanha ruim derruba o técnico Rodrigo Cascca no Metropolitano

O Metropolitano cumpre uma campanha ruim. É vice lanterna com dois pontos, dois empates e duas derrotas, e nesse embalo vai brigar para não cair para a Série C estadual. O técnico Rodrigo Cascca foi demitido depois do revés de ontem.

Com os mesmos dez pontos do Fluminense, mas atrás no saldo, está o Camboriú, que ontem à noite, em seu estádio Roberto Garcia, derrotou o Operário de Mafra por 2 a 1. Neílson, aos 41 do primeiro tempo, e Paulino, aos 23 do segundo, fizeram para o Camboriú, enquanto Elton marcou o do Operário (que é de Mafra mas joga em Itaiópolis) aos 46 minutos da etapa inicial.

Camboriú ganhou do Operário de Mafra em casa

Lembram do Schwenck? O veterano de 39 anos que jogou no Criciúma em 2011 (chegou a brigar por lugar no Tigre com Zé Carlos) está no Marcílio Dias agora. E fez, cobrando pênalti, o primeiro do Marinheiro nos 3 a 0 da noite passada no estádio do Sesi, em Blumenau, contra o Blumenau. Schwenck abriu o placar aos 45 do primeiro tempo. Wilson Júnior, a 1 minuto, e Sabiá, aos 29, ambos no segundo tempo, completaram. O Marcílio chegou a 8 pontos e está em terceiro lugar. O técnico do time é Renê Marques, o mesmo que comandou o Almirante Barroso no acesso em 2016.

Um dos gols do Marcílio Dias ontem no Sesi, em Blumenau, contra o BEC

Rebaixado no ano passado junto com o Metropolitano, o Almirante Barroso vai fazendo boa campanha. Ontem à tarde, de virada, ganhou do Juventus de Jaraguá do Sul por 3 a 2 no Camilo Mussi, aquele mesmo estádio que ganhou fama nacional no ano passado por conta das várias linhas no campo sintético durante os jogos da elite do Catarinense.

Barroso bateu o Juventus de virada, 3 a 2 em casa

A partida de ontem foi movimentada, com cinco gols no segundo tempo. O Juventus chegou a abrir 2 a 0 com Railson, aos 5, e Cristian, aos 12 minutos. A virada do Barroso veio com Paulo Roberto, aos 13, Judson, aos 19, e Alessandro, aos 26 minutos.

Mas a maior surpresa viria hoje de manhã. Vencedor na véspera, com 7 pontos e em quarto lugar, o técnico Agnaldo Liz pediu demissão. Alegou razões particulares. Agora, o Barroso precisa achar um novo treinador.

Agnaldo Liz pediu demissão do Barroso hoje pela manhã

Guarani e Barra chegaram a 4 pontos, vindo em sexto e sétimo lugares, respectivamente. Ontem à noite, empataram em 1 a 1 no estádio Renato Silveira, em Palhoça. O Barra saiu na frente com Kayron, a 1 minuto do primeiro tempo. O Guarani igualou com Fellipe, aos 8 do segundo. Sérgio Ramirez, ex-Criciúma, é o técnico do time palhocense.

Guarani e Barra empataram em Palhoça

Cabe lembrar que dois times vão subir, tomando as vagas de Concórdia e Inter de Lages, rebaixados nesta temporada. A Série B continua no fim de semana, com os cinco jogos da quinta rodada. Confira classificação e jogos nas tabelas abaixo.

 

4oito

Deixe seu comentário