Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Empresário oferece respiradores. Em troca, quer reabrir shoppings

Almeida Júnior, do grupo do Nações Shopping, encaminhou proposta ao governador
Denis Luciano
Por Denis Luciano 06/04/2020 - 13:58Atualizado em 06/04/2020 - 14:08

Santa Catarina poderá ganhar um reforço na oferta de respiradores para assistência aos pacientes, em tempos de pandemia de coronavirus. 

O empresário Jaimes Almeida Júnior encaminhou proposta ao governador Carlos Moisés. Ele ofereceu dois respiradores por shopping que opera em Santa Catarina. A informação é do jornal O Estado de São Paulo. Confira abaixo:

Dono de rede de shoppings oferece respiradores em troca de reabertura de lojas em SC

O CEO da administradora de shoppings centers Almeida Júnior, Jaimes Almeida Júnior, ofereceu 12 respiradores à Secretaria de Saúde de Santa Catarina caso o estado aceite proposta para reabertura das suas seis lojas no Estado. Em e-mail enviado ao governador Carlos Moisés (PSL), o grupo se propõe a disponibilizar vagas de estacionamento cobertas para realização de testes em massa e diz que o funcionamento dos estabelecimentos seguiria medidas de segurança, como afastamento mínimo entre mesas e controle de fluxo de pessoas.

A oferta é de dois respiradores para cada shopping instalado no Estado, com previsão de entrega em até um mês após a reabertura das lojas. “O governador ainda não se posicionou. As propostas que o grupo Almeida Junior fez ao Governo de Santa Catarina para a reabertura dos shoppings irão trazer muita segurança aos consumidores”, afirmou Jaimes Almeida Júnior ao Estado.

Questionado sobre como faria para realizar a compra e a entrega dos equipamentos, já que há uma grande demanda mundial por esses suprimentos, o CEO responde que “a empresa já está avaliando no mercado oportunidades da compra e entrega dos respiradores após a abertura dos shoppings”.

“Adquiri ao longo dos 40 anos que fundamos a Almeida Júnior um espírito público provocado naturalmente pelo nosso negócio – shopping centers são equipamentos privados de alma publica”, diz trecho da mensagem encaminhada ao governador. O grupo emprega cerca de 16 mil pessoas em seis estabelecimentos funcionando em cinco cidades: São JoséCriciúmaBalneário CamboriúBlumenau e Joinville.

Estado apurou que a proposta estaria sob análise do Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes), que esteve reunido neste fim de semana para avaliar a reabertura de alguns segmentos já a partir da próxima semana. O Estado procurou o governador Carlos Moisés para falar sobre a proposta, mas, até o momento, a assessoria de comunicação não respondeu aos pedidos de entrevista.

4oito

Deixe seu comentário