Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Em vinte anos, de Jotha a Neymar

Tite era o comentarista da Rádio Caxias ao lado do narrador Jotha Del Fabro em 1998. Duas décadas depois, comanda o Brasil na Copa
Denis Luciano
Por Denis Luciano 16/06/2018 - 07:30

“Grandão, preciso comprar uns livros”. Afável e bom parceiro Adenor convenceu assim José Humberto a pilotar o carro da Rádio Caxias no retorno de Bragança Paulista via São Paulo. Eles haviam, na noite anterior, transmitido a derrota do Juventude para o Bragantino por 1 a 0 pelo Campeonato Brasileiro. Era hora de voltar para casa. Vinte anos depois, Adenor Bachi, o Tite, é o técnico da Seleção Brasileira. “Um cara diferenciado”, define Jotha Del Fabro, aquele narrador que hoje faz a emoção do futebol na Rádio Som Maior.

Tite, habilidoso meia nos anos 80, estava na sua terra cuidando da vida. Começou como técnico no pequeno Guarany de Garibaldi. Passou pelo Ypiranga e teve algum sucesso no Veranópolis. Sem emprego naquele 98, foi convidado para comentar futebol na Rádio Caxias. “Uma experiência muito boa”, lembra Jotha, que mesmo duas décadas depois, mantém contato quando possível com o velho companheiro de microfones no Rio Grande do Sul. “Um entendido de futebol, com um baita vocabulário”.

Tite e Jotha mateando em 2013 em Nova Veneza / Foto: Divulgação

“Dá o máximo de ti. Arrebenta”

Eis um dos desafios que Jotha e seus companheiros assumiram naquela temporada, fazer Tite falar “a linguagem do povo”, como definia o narrador. “Era quase um filósofo”, recorda. A carreira de comentarista foi curta, mas marcou uma arrancada. Em 99 ele assumiu o Caxias, pelo qual sagrou-se campeão gaúcho em 2000, depois vieram Grêmio, Corinthians e toda a história que o leva a respirar os ares do topo, na Seleção.

Quando mais extrovertido no microfone, Tite disparou, certo dia, respondendo a uma provocação de Jotha: "faz o teu trabalho, dá o máximo de ti. Arrebenta". Agora, a recíproca é verdadeira. Tite encarna seu maior desafio a partir deste domingo, às 15h, na estreia do Brasil na Copa.

Narrador e treinador se reencontraram ano passado em Tubarão / Foto: Divulgação

A estreia

O Brasil chega à estreia na Copa como um dos favoritos ao título na Rússia. A Seleção vai jogar diante dos suíços com Alisson, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo, Casemiro; Paulinho, Philippe Coutinho, Willian e Neymar, Gabriel Jesus.

4oito

Deixe seu comentário