Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

CT do Criciúma vai ganhar um nome

Denis Luciano
Por Denis Luciano 16/04/2018 - 10:55Atualizado em 16/04/2018 - 14:25

Alguém que já fez muito pelo Criciúma receberá uma homenagem para a posteridade. O clube vai, nas próximas semanas, fazer a inauguração oficial do CT do bairro Cristo Redentor e, no ato, descerrará uma placa na qual conferirá, finalmente, um nome para a ampla estrutura. Quem será esse nome? O presidente Jaime Dal Farra não quis adiantar, embora tenhamos insistido bastante em bate papo com ele na sexta-feira em Goiânia, antes do jogo do Tigre com o Atlético Goianiense na abertura da Série B.

"Será para uma figura muito ilustre, muito importante, já estamos trabalhando nisso. Será uma grande e justa referência", revelou o presidente Dal Farra. "Tem muita gente que merece", limitou-se a dizer. A inauguração do CT se dará em data a encaixar na agenda do ministro do Esporte, Leandro Cruz, que foi visitado por Dal Farra na quarta-feira passada em Brasília.

Daniel Búrigo / A Tribuna

O CT do Tigre nasceu em 1995, a partir da doação de área pública para o clube. Na época, o empresário José Locks, então presidente do Conselho Deliberativo, teve grande participação. Não se conseguiu fazer muito na área até 2007, quando houve primeiros movimentos maiores para erguer o CT, feito efetivamente na gestão de Antenor Angeloni a partir de 2010. Hoje o CT conta com mais de 2,8 mil metros quadrados de área construída, seis campos, um pequeno estádio com capacidade para 1,4 mil torcedores, subestação de energia, 32 quartos duplos para confortáveis acomodações dos atletas. Tudo do bom e do melhor.

Mais detalhes sobre o batismo do CT do Criciúma na página 28 do jornal A Tribuna hoje. Ainda na edição desta segunda-feira, na página 27, uma entrevista com o presidente Jaime Dal Farra na qual ele conta que o Criciúma observa mais de 200 jogadores em seu banco de dados e ainda outras informações sobre a busca de reforços no Tigre. Confira!

Daniel Búrigo / A Tribuna

 

4oito

Deixe seu comentário