Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Caso Mari Ferrer: Nem todos os clubes se manifestam

Figueirense e Avaí não se pronunciaram nas redes sociais. O Criciúma deu o seu recado
Denis Luciano
Por Denis Luciano 04/11/2020 - 10:05Atualizado em 04/11/2020 - 10:08

Um caso que transcende o futebol, mas que mexe na vida de todos. A sentença de estupro culposo, inocentando o empresário André Aranha, acusado de estuprar a promoter catarinense Mariana Ferrer, tornou-se de repercussão nacional. Desde esta terça, 3, quando a sentença veio à tona, milhares de manifestações tomaram as redes sociais apontando que "estupro culposo não existe".

De ontem para hoje, entrevistamos inúmeros juristas, advogados de várias partes, confirmando a leitura técnica: "estupro culposo não existe". Na prática, o juiz do caso, Rudson Marcos, apontou que "não houve intenção de estuprar".

Discussões jurídicas à parte, os clubes de futebol - por conta do imenso clamor da causa - também estão se manifestando. Nas últimas horas, os clubes de Santa Catarina no Campeonato Brasileiro colocaram suas posturas contra a sentença e pela justiça a Mari Ferrer, em inúmeras postagens. Chapecoense, da Série B, Criciúma e Brusque da Série C, Joinville, Tubarão e Marcílio Dias, da Série D, se pronunciaram, e até clubes sem calendário nacional, como o Camboriú.

Só seguem calados nas suas redes sociais os clubes de Florianópolis, Avaí e Figueirense. Confira nos prints abaixo:

 

4oito

Deixe seu comentário