Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Argel: "Única coisa que não se resolve é a morte"

Denis Luciano
Por Denis Luciano 22/02/2018 - 16:45Atualizado em 22/02/2018 - 16:55

É com a característica disposição, aditivada por otimismo de sobra, que Argel Fucks toma a BR-101 na tarde desta quinta-feira para, vindo de Porto Alegre, assumir o Criciúma. E com o arsenal de frases de efeito reforçado. "Única coisa que não se resolve é a morte". Com a profética frase, Argel vem justamente para tirar o Criciúma de um buraco inimaginável mas hoje real, a zona de rebaixamento do Campeonato Catarinense. "Vamos fazer um grande trabalho", garante.

Argel assume o Criciúma pela terceira vez e vai estrear contra o clube que mais treinou na carreira. Ele já comandou o Figueirense três vezes. "O Grizzo deixou uma boa base", elogia. E o prestígio ao interino vai além. "O Grizzo vai ser meu auxiliar", anuncia. Grizzo trabalhará ao lado de Galego, o braço direito de Argel e único profissional que vem com ele. A contratação de Humberto Ferreira para a preparação física tem o aval de Argel, mas não vem da cota dele. Está claro que a vinda de Humberto, além de realçar o perfil motivacional da nova comissão técnica tricolor, vem como uma contrapartida para dirigentes e parceiros do presidente Dal Farra que não viam com muita simpatia a contratação de Argel.

O presidente tira um peso das costas. A leitura interna no clube é que, com a contratação do técnico, Dal Farra "faz a vontade da torcida", e ganha um fôlego. E o próprio Argel vem se encarregando de blindar o presidente. "Ele vai sair um pouco de cena agora". E parece que a dica do treinador já está valendo. Procurado pelo blog hoje à tarde para um comentário sobre a contratação, Dal Farra limitou-se a dizer "conversa com o Nei" (Pandolfo, executivo de futebol).

Argel será apresentado nesta sexta, às 10h, na sala de imprensa. 

 

4oito

Deixe seu comentário