Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

André Freitas rumo ao ponto mais alto da Terra

Denis Luciano
Por Denis Luciano 11/04/2018 - 20:50Atualizado em 11/04/2018 - 20:56

As próximas semanas são decisivas para a realização do sonho do criciumense André Freitas. Ele quer ser o primeiro catarinense a alcançar os 8.848 metros do Monte Everest, no Nepal, o ponto mais alto da Terra. A jornada começou em 29 de março. É a segunda vez que ele tenta. Na anterior, em 2014, um acidente no perigo, que resultou inclusive em mortes, o obrigou a voltar. "Estou melhor treinado que em 2014", contou, na terça-feira, via Instagram.

A essa altura, André e o seu grupo de mais de 60 pessoas - que conta com outros aventuras e os sherpas, os nativos do Nepal que servem como guias - já se aproximam dos 6 mil metros de altura percorridos. Encaram muito frio, temperaturas negativas, e os dias são claros para as caminhadas das 9h às 15h. Depois, as nuvens se carregam, o termômetro desaba e o negócio é procurar um aconchego em cabanas e barracas.

"Não se recomenda subir mais de 600 metros por dia", conta, em um porém importante sobre as rotinas diárias dos corajosos conquistadores do Everest. André narrou que já sentiu efeitos do mal estar, com falta de ar, dores de cabeça, febre e falta de apetite, entre outras dificuldades. A atualização completa da aventura a gente conta na edição desta quinta-feira do jornal A Tribuna. Confira!

4oito

Deixe seu comentário