Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Urussanga: Vereador Mutini e mais três indiciados por invasão de WhatsApp

Inquérito concluído já está com Ministério Público
Por Adelor Lessa 01/07/2022 - 09:27 Atualizado em 01/07/2022 - 10:36

A Polícia Civil concluiu inquérito que apurou invasão de WhatsApp da ex-secretária municipal de Urussanga, Andresa Baldassar, e decidiu pelo indiciamento do vereador Thiago Mutini (PP) e mais três (um servidor público e dois assessores parlamentares).

Os quatro são ligados ao prefeito Gustavo Cancelier (PP).

Andresa foi secretária da prefeitura no periodo em que o vice-prefeito, Jair Nandi, foi prefeito interino, por mais de 1 ano.

Na conclusão do inquérito, a polícia sustenta que o crime ficou devidamente provado.

Os quatro foram indiciados pelo crime de invasão de dispositivo informático, com base na "lei Carolina Dieckman".

A polícia apurou que eles invadiram o wathsap da ex-secretária, acessaram conversas e fizeram backup de várias delas.

Boa parte do material teria sido usado para pressionar vereadores a não votar a favor da proposta de formação de uma comissão especial na Câmara de Vereadores para tratar da cassação de mandato do prefeito Cancelier por desvio de recursos públicos.

A comissão acabou aprovada e instalada.

Agora o Ministério Público vai analisar os fatos relatados no inquérito policial e decidir se oferece denúncia ao Judiciário contra os indiciados.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito