Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Ulysses se afasta da polícia para ser candidato

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 03/06/2020 - 18:40Atualizado em 03/06/2020 - 21:05

O delegado de polícia de Orleans, Ulysses Gabriel, acaba de anunciar o seu pedido de licença das funções para ser candidato a prefeito da cidade,

Por nota, ele conta um pouco de sua historia de vida, de origem humilde, as dificuldades que teve que enfrentar, e a sua relação com o sogro, Lussa Librelato, que o levou para a politica.

Ulysses é filiado ao PSD, foi candidato a deputado estadual em 2018, ficou na segunda suplência e assumiu na Assembléia Legislariva por dois meses neste ano.

Antes de confirmar a candidatura  a prefeito, ele trabalhou para construir a unidade politica da familia.

O vereador Lucas Librelato, que foi o mais votado na cidade em 2016, estava no PSDB e também postulava candidatura a prefeito.

No dia 16 de março, Ulysses conseguiu fazer a filiação de Lucas no PSD.

Agora, teve o seu apoio para ser o candidato.

O PSD tem aliança com o PP e faz oposição ao prefeito Jorge Koch, MDB, que será candidato a reeleição.

Abaixo, na integra, a nota distribuida por Ulysses:

"PRÉ-CANDIDATURA 

Na minha história de vida passei dificuldades, filho de um ex-engraxate (depois caminhoneiro e por fim comerciante) e de uma ex agricultora (hoje professora), aprendi muito com meus pais sobre honra, moral e ética.

Com eles aprendi que a palavra convence, o exemplo arrasta, que o certo é certo, ainda que todos estejam fazendo errado, pois o errado é errado. Aprendi muito dos meus professores, irmãos e amigos sobre persistência.

Minha chegada em Orleans foi em 2007, quando conheci o Lussa, de quem recebi a gravata que usei no dia de hoje, que me dá sorte sempre. Em 2008 conheci a Thayni, que me dá força e apoio nas horas difíceis, com quem tenho aprendido muito.  2017 veio a nossa filha Maria, que está no e ensinamento muito sobre o valor das pequenas coisas, que também passei a compreender com nosso amigão, o Marley.

Aprendi muito meus colegas de profissão, policiais, que me ajudaram em toda a caminhada. Na Polícia fui presidente da associação dos delegados, delegado regional, corregedor e coordenador da Academia de Polícia.

Em 2018 fui o candidato mais bem votado da historia de Orleans, não me elegendo, mas aprendendo muito, inclusive tendo a grande satisfação de ter me tornado deputado estadual. Agora, me licencio da função de Delegado de Orleans para estar apto para me colocar a disposição de meu partido e de meus concidadãos para concorrer ao cargo de prefeito ajudar nossa cidade nas dificuldades que virão com a crise econômica da seca e da pandemia".

4oito

Deixe seu comentário