Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Salvaro só vai fazer campanha depois do expediente. E trabalha 12h por dia

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 19/09/2018 - 06:14Atualizado em 19/09/2018 - 11:00

O principal “cabo eleitoral” de Criciuma, prefeito Clesio Salvaro, PSDB, que venceu eleição em 2016 com quase 80% dos votos, será pouco visto na campanha de 2018. O seu envolvimento será apenas nas “horas de folga”.

Salvaro confirmou ontem que não abre mão de cumprir expediente normal na prefeitura, que é de 12h/dia, e só aceitará se envolver na campanha depois disso.

Sem Salvaro, a campanha de Mauro Mariani/Napoleão Bernardes perde força.

Na pesquisa do Instituto IPC em Criciuma, divulgada ontem pela Tribuna e Som Maior FM, Mauro Mariani já apareceu em terceiro, ultrapassado por Gelson Merisio, PSD.

Na pesquisa de agosto, Mauro estava em segundo lugar.

Mas, o prefeito não admite que os problemas da campanha tenham a ser com o sua distanciamento.

- “A questão não está no Clésio, eu sou um entre tantos, o MDB tem aqui (Criciúma) o governador do estado (Eduardo Moreira), três deputados, cinco vereadores, secretários de estado e ocupantes de importantes cargos no governo, e eles saberão colocar a campanha na rua”, afirmou.

O prefeito disse ter sido informado que algumas correções estão sendo feitas nos programas de televisão e na condição da campanha para mobilizar a militância na rua. “E precisam ser feitas imediatamente”, acrescentou

A impressão é que a postura “protocolar” de Salvaro em relação a campanha não é isolada. Outros prefeitos de MDB e PSDB estão mais ou menos na mesma condição.  

No domingo à noite foi convocada uma reunião com os quatro prefeitos de MDB e dois do PSDB da região. Só apareceram os dois do PSDB, Salvaro e Rogério Frigo (Nova Veneza), e um do MDB, Jairo Custodio (Rincão).

Na pesquisa do Instituto IPC, Décio Lima, PT, manteve-se em primeiro lugar, posição já tinha alcançado em agosto.


Na tela

Gelson Merisio, PSD, que passou Mariani na pesquisa, não tem o engajamento do seu partido na cidade e não tem militância na rua. 

O seu crescimento pode ser resultado do programa de televisão, que está melhor, mais objetivo.


A liga

Quanto a Décio Lima, PT, o liderança na pesquisa também não pode ser atribuído ao trabalho de campanha dos petistas, porque hoje são poucos na cidade. Pode ser a vinculação com Lula e Haddad


Vai mudar

Na segunda-feira à noite, em Florianópolis, foi feita mais uma reunião do comando estadual da campanha de Mauro Mariani, MDB.

Teriam definido as mudanças no programa de televisão e alguns ajustes na campanha.


Senado

A pesquisa do Instituto IPC para o senado não traz novidade em relação aos primeiros colocados. Continuamos mesmos comparando com a pesquisa de agosto. Pela ordem, Esperidião Amin/PP, Raimundo Colombo/PSD e Paulo Bauer/PSDB.

A mudança se deu nos percentuais. Para menos. Os três tiveram queda.

Mas ainda é muito grande o percentual de indecisos e indefinidos para o senado.


Merisio com Bolsonaro

O prefeito de Chapecó, Luciano Bulligon, foi expulso ontem do PSB, em decisão da direção nacional, porque anunciou apoio para candidatura de Jair Bolsonaro a presidente.

Mas, Bulligon cumpre uma missão política.

Faz o movimento em sintonia com Gelson Merisio, seu amigo pessoal e aliado politico.

Bulligon vai “na frente” para fazer a ponte entre Merisio e Bolsonaro para o segundo turno.


MDB conversa com PT

A ex-ministra Ideli Salvati, PT, repete estratégia que a levou ao senado em 2002. Nos bastidores, trata com políticos de outros partidos sobre o “segundo voto”.

Conversa principalmente com políticos do MDB. Por inevitável, trata de eventual “troca de apoio” no segundo turno.

Ele disse na segunda-feira, quando esteve na redação de A Tribuna, que foi um equivoco do PT não ter aceitado participar do governo de Luiz Henrique da Silveira, MDB, para participar do seu governo em 2003.

O apoio de Lula foi decisivo para eleição de Luiz Henrique.


Pesquisa Ibope

A pesquisa do Ibope divulgada ontem a noite confirmou a movimentação dos votos de Lula para Haddad, PT. 

O candidato do PT subiu 11 pontos em uma semana.

Jair Bolsonaro também subiu - 2 pontos.

Os números: Bolsonaro 28% x Haddad 19%.

O terceiro é Ciro Gomes com 11%.

A eleição presidencial está encaminhada para um segundo turno entre Bolsonaro e Haddad. A conferir, quanto Haddad ainda vai subir.


Ada TV

A deputada estadual Ada De Luca, MDB, candidata à reeleição, lançou uma nova plataforma de comunicação.

Além das redes sociais e do aplicativo para celulares e tablets, a campanha passa a apresentar conteúdos através da Ada TV, um canal no YouTube. 

Nos vídeos, a apresentação fica por conta de um blogueiro. 


Troca de comando

A Irma Libera Mezari deixa a direção do hospital São José em outubro.

Ela ficou no total 12 anos no cargo.

Teve um intervalo quando a Irmã Libera assumiu como Madre Superiora da Província da Congregação religiosa.

O seu período de direção foi o mais importante na historia do hospital São José, o maior da região.

Foi quando o hospital teve sua maior ampliação e conseguiu os maiores investimentos.


Lado a lado

Pela primeira vez, o governador Eduardo Moreira participou da entrega de doações feita pela Fundação Nova Vida, presidida pela primeira-dama Nicole Torret Moreira. 

Em São Lourenço do Oeste, ontem, foram entregues 13 cadeiras de rodas, oito óculos de grau para idosos e adolescentes, além de kits de artesanato para grupos de mães. 

Depois, em Caçador, foi inaugurado o playground do Centro Social Marista.

4oito

Deixe seu comentário