Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Paulo Eli no novo governo e outras da coluna

A Fazenda pode continuar com o secretário Paulo Eli. Paulo Koerich, na Polícia Civil, foi o primeiro anunciado
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 24/11/2018 - 06:45

O atual secretário da Fazenda do Estado, Paulo Eli, pode continuar no cargo no governo do Comandante Moisés. A possibilidade está sendo considerada pelo conhecimento técnico e a capacidade de gestão demonstrados pelo secretário.

Paulo Eli tem participado da maior parte das reuniões técnicas do grupo de transição, conversa diariamente com o governador eleito e estava com ele na reunião com o futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes, na quinta-feira, em Brasília.

Além do Comandante Moisés e Paulo Eli, só estavam na reunião, por Santa Catarina, o presidente estadual do PSL, Lucas Esmeraldino, e os criciumenses Daniel Freitas, deputado federal eleito (PSL), e Ricardo Faria, empresário.

Paulo Eli é funcionário de carreira da Secretaria da Fazenda faz 34 anos. Assumiu como secretário em fevereiro de 2018, quando Eduardo Moreira foi empossado governador.

Paulo Eli é casado com Sidirlei, de Içara, e é compadre de Julio De Luca, diretor do Hospital São Donato.

Do atual governo, outro que pode ficar no cargo é o Coronel Araújo Gomes, comandante da Polícia Militar, técnico respeitado nacionalmente. Araújo tem o apoio de um grupo de coronéis ligados ao governador eleito.

Nesta sexta-feira, via Facebook (numa live), o Comandante Moisés anunciou o primeiro integrante a sua futura equipe de governo. Delegado Paulo Koerich será o chefe da Polícia Civil. Bola dentro. Começou bem. Escolha muito elogiada, inclusive por adversários políticos.

Agora, os nomes começarão a ser anunciados, provavelmente um por vez. Moisés está fazendo conversas separadas com os “candidatos" aos cargos.

Do Sul do estado, deve ter no colegiado um secretário de Criciúma e dois de Tubarão.

O secretário da Educação deve ser Tubarão, e ligado a Unisul. Três nomes cotados - os ex-reitores Silvestre e Salésio Herdt, e o professor Felipe Felisbino.

O outro de Tubarão é Lucas Esmeraldino, presidente estadual do PSL. Ele só não será secretário se o TSE cassar Jorginho Mello e ele assumir o Senado.

Mas, não há data, nem prazo, para anúncio dos próximos nomes do futuro colegiado. Moisés vai fazendo ao seu estilo. Mineiramente, sem holofotes.

 

Curiosidade

Paulo Koerich, escolhido por Carlos Moisés para comandar a Polícia Civil, atuou no Gaeco de Blumenau, coordenado pelo promotor de Justiça Odair Tramontin, que chegou a ser anunciado como secretário de Segurança Pública de Gelson Merisio (PSD) durante a campanha.

 

Elogios

Delegado Ulisses Gabriel definiu assim a escolha de Comandante Moisés para delegado-geral do Estado: “Foi um golaço”. Ulisses firmou boa relação com Paulo Koerich especialmente quando presidiu a Adepol (Associação dos Delegados de Polícia). Ulisses Gabriel foi candidato a deputado estadual pelo PSD (de Merisio, adversário de Moisés).

 

Um mandato

Durante a live que fez para anunciar Paulo Koerich, o primeiro nome do novo governo, Comandante Moisés deu a entender que não irá concorrer à reeleição. Falou que o sentimento que captou nos bastidores do novo governo em Brasília é contra a reeleição e que isso vem ao encontro do seu pensamento.

 

Desafio

Comandante Moisés tem repetido que a prioridade para sua equipe é equalizar as contas públicas, cortar gastos, e garantir pagamento dos salários. Ele calcula que a extinção das secretarias regionais vai representar R$ 200 milhões.

A primeira “pauta" com o governo Bolsonaro é renegociar a dívida do Estado, pelo menos ampliando o prazo de pagamento.

 

Fila na Br 101

Fim da tarde de sexta-feira, trecho Sul da BR-101, filas de dois quilômetros antes do posto da Polícia Rodoviária Federal. Porque colocaram os cones para fechar uma pista (de novo).

Só fazem isso no posto de Tubarão. Direção estadual da PRF diz que é decisão do chefe do posto.

O argumento é que fazem isso para forçar redução de velocidade!

Mas, então, porque não usam radar, ou lombada eletrônica.

O Sul lutou tanto pela duplicação da rodovia para fazer fluir o trânsito. Agora, a polícia rodoviária decide "matar" uma pista!

Até quando?

 

Vagas preenchidas

O prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon (MDB), anunciou que Içara conseguiu as inscrições de nove médicos brasileiros que irão ocupar as vagas deixadas pelos cubanos através do Mais Médicos. Içara era um dos municípios com maior número de profissionais de Cuba. Se tudo ocorrer dentro do esperado, os novos médicos devem iniciar a atuação já no final da próxima semana.

 

Encontro dos prefeitos

As emendas parlamentares destinadas para a região e o ISS das operações de cartão de crédito (os municípios precisam se adequar para receber o imposto) estiveram na pauta das reunião dos prefeitos da AMREC, que aconteceu em Treviso devido a realização da Festa do Colono na cidade. A prática tem sido uma constante no sentido de prestigiar o prefeito anfitrião (foto).

 

Com 48 emendas

Vai a votação, na sessão desta segunda-feira, o Orçamento de 2019 do município de Criciúma. A previsão de arrecadação é de quase R$ 1 bilhão. Os vereadores apresentaram 48 emendas ao projeto de lei. A maioria delas destinando verba para pavimentações de ruas específicas.

 

Os premiados

Quando a equipe de A Tribuna ainda comemorava o prêmio nacional da jornalista Francine Ferreira, vieram mais dois prêmios regionais. Para as jornalistas Francine Ferreira (de novo) e Francieli Oliveira, que assinam juntas a reportagem, e o repórter fotográfico Guilherme Hann. A grande final acontece em Florianópolis, dia 4.

É mais uma prova da qualificação da redação de A Tribuna. Maior orgulho de fazer parte da equipe.

 

Nomes e marcas

O professor Renato Rampinelli, fundador e proprietário do Instituto IPC, é o entrevistado deste sábado do programa Nomes e Marcas, na Som Maior FM, 9h30 (reprise no domingo, 12h).

Renato fala dos seus tempos de “Vila Seca”, seminário, das pressões (e ameaças) que recebeu por causa de pesquisas e o caminho para fazer o seu instituto respeitado no estado.

 

Trafego intenso

O movimento no gabinete do prefeito Clésio Salvaro (PSDB) nos últimos dias tem sido intenso. Políticos com mandato e sem mandato, ex-vereadores, líderes comunitários, tem sido chamados para avaliar o processo político local depois da eleição de outubro.

E o prefeito vai fazendo amarrações para a eleição de 2020.

 

Sem novidade

A ex-vereadora Tati Teixeira (PPS) não confirma sua ida para o PR. Pelo menos por enquanto.

Diz que tem ótima relação com o deputado e senador eleito Jorginho Mello, mas que não tem nada ainda encaminhado.

 

Três perguntas para Kaminski

1. Como está sua situação no PSDB? Já em definição sobre a saída?

Julio Kaminski: “Não fui informado ainda por ninguém do partido sobre decisão de me liberar, e não tenho nada definido. Nem em relação ao PSDB, e muito menos se isso vier a se concretizar, em relação a outro partido.

2. Candidatura a prefeito é um projeto?

JK: “Sinceramente, é muito prematuro falar sobre isso nesse momento”

3. Vai fazer parte do governo do Comandante Moisés?

JK: “Não sei como será composto o time do governador eleito. Qualquer decisão (ou convite) que eventualmente ocorrer, será muito bem avaliada”.

 

Deixa passar

Arleu da Silveira vai responder interinamente pela presidência da Fundação Cultural pelo menos até o fim do ano.

Prefeito Clésio Salvaro decidiu que não vai tratar do assunto por enquanto. Provavelmente, só quando 2019 começar.

 

Sem festival

Itamar Benedet, indignado com a não realização do Festival Internacional de Corais em Criciúma:

"Criciúma, faz pouco tempo foi uma referência no canto coral na América do Sul, com repercussão em países de outros continentes. Mas, tudo isso está se esvaindo. Festival não será realizado depois de mais de 30 edições ininterruptas. Para Cultura de nossa região um verdadeiro nocaute mortal”.

 

Demissão coletiva

Todos os secretários municipais de Içara deverão apresentar carta de demissão até segunda-feira.

A medida virá seguida de uma reforma administrativa no governo, que vai enxugar a estrutura.

Foi o prefeito Murialdo Gastaldon (MDB) quem pediu que todos os secretários entreguem os cargos. E o fez em reunião do colegiado.

 

Reconhecimento

A Associação Empresarial de Criciúma (Acic) recebeu o reconhecimento pelo trabalho que vem realizando na área de educação e de desenvolvimento de pessoas. A entidade foi contemplada com Prêmio Ser Humano da Associação Brasileira de Recursos Humanos de Santa Catarina (ABRH-SC) pelos projetos Prêmio Acic de Matemática e Triple C – Espaço Corporativo, Colaborativo e Cultural. Na foto, a diretora executiva da Acic, Maria Julita Volpato, e a coordenadora de projetos educacionais da entidade, Rose Reynaud.

4oito

Deixe seu comentário