Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Os secretários do governador Moisés e outras da coluna

Comandante Moisés anuncia secretários na segunda. Não deve ter ninguém de Criciúma
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 01/12/2018 - 06:54

O governo do Comandante Moisés começará a tomar forma a partir de segunda-feira, quando serão anunciados pelo menos cinco integrantes do futuro secretariado.

Um deles deverá estar o atual secretário da Fazenda, Paulo Eli, funcionário de carreira da fazenda estadual faz mais de 30 anos, nomeado para a função pelo governador Eduardo Moreira em fevereiro.

Paulo Eli é muito elogiado pelo governador eleito, que o conheceu na fase de transição de governo.

O secretário passou a ser requisitado pelo governador eleito para as principais reuniões para tratar do governo, como a que teve com o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, e a direção do Banco Mundial.

Devem ser anunciados ainda os secretários de Saúde, Infraestrutura, Administração e do Sistema Prisional (que vai ocupar o espaço da atual Secretaria de Justiça).

Alguns nomes foram definidos durante a semana, e outros serão confirmados no fim de semana.

Não há previsão de nenhum nome de Criciúma entre os futuros secretários. Do Sul, possivelmente dois.

O presidente estadual do PSL, Lucas Esmeraldino, poderá ser anunciado para a chefia da Casa Civil.

Nesta sexta-feira, foi concluída a proposta de reforma administrativa que o governador eleito deverá implantar no governo.

Serão muitas mudanças no organograma. A principal delas, é a desativação da Secretaria de Segurança Pública, como foi antecipado nesta coluna.

O governador deve montar um Conselho Superior de Segurança, formado pelos chefes da Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros e IGP. Cada ano, um deles vai coordenar o conselho, que estará ligado diretamente ao gabinete do governador.

A apresentação da reforma administrativa (nova estrutura de poder) e anúncio dos novos secretários serão feitos durante entrevista coletiva, na segunda-feira, 14h, em Florianópolis.

 

Horário da posse

Primeiro, a posse do Comandante Moisés como governador do Estado foi marcada para 10h, dia 1º de janeiro.

Depois, foi remarcada para 16h.

O primeiro horário foi anunciado pela assessoria do governador eleito.

O segundo, pela assessoria de imprensa da Assembleia, onde acontecerá a cerimônia de posse.

 

O novo hospital

Dirlete, moradora de Criciúma, ouviu o secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, falando na Som Maior sobre o Hospital Materno Infantil Santa Catarina, que será inaugurado neste sábado, e não se conteve. Despachou mensagem por WhatsApp:

“Há algum tempo atrás, eu estava fazendo o pré-natal no Hospital Santa Catarina e o meu obstetra disse - quem sabe o teu parto já seja realizado aqui (no Santa Catarina).

Pois, minha filha fez 18 anos em janeiro (e só agora o hospital é concluído). Já não era sem tempo”.

 

Antes e hoje

O Hospital Materno Infantil Santa Catarina é a obra mais importante do período de Eduardo Moreira com governador do Estado. E pode ser tratada como uma grande obra. Pelo investimento feito, o tamanho e o que representa para a cidade (e as suas mães).

Antes o Santa Catarina era praticamente um pronto-atendimento. Agora, é um hospital completo. Referência no Sul do estado.

 

Assumiu

Quando se fala da Via Rápida, é dito que a obra saiu porque o deputado Luiz Fernando Vampiro assumiu a Secretaria de Infraestrutura e passou a tratar diretamente da obra. Com reuniões (e cobranças) diárias.

O mesmo pode ser dito agora do secretário Acélio Casagrande. Se ele não estivesse no comando da Saúde, e tratando direto do assunto, certamente o hospital não estaria concluído.

Acélio puxou para si e passou a resolver pessoalmente todas as pendências.

 

Conferindo

A sexta-feira foi movimentada no Hospital Materno Infantil Santa Catarina. Os últimos preparativos para deixar tudo pronto para a inauguração, na manhã deste sábado, foi acompanhado de perto pelo prefeito Clésio Salvaro e pelo secretário de Saúde do Estado, Acélio Casagrande (foto).

 

Conquistas

Nos próximos dias, o Sul do estado terá uma série de boas notícias ligadas à área da saúde. O sábado, marca a inauguração do Hospital Materno Infantil Santa Catarina, em Criciúma, referência para toda a região. Na terça, será a inauguração da Policlínica de Araranguá. Além de atender várias especialidades, será uma conquista muito grande a referência em oftalmologia em tratamentos como de glaucoma e retina, até o momento feitos somente pelo Hospital Regional de São José. Por fim, dia 20 de dezembro, será a UTI do Hospital São Donato que iniciará os atendimentos.

 

Bagunça no trânsito

Na Via Rápida, na frente da Citroen, praticamente todos os dias, mas especialmente nas sextas-feiras, o trânsito vira uma confusão (foto).

A chegada a Criciúma para quem entra pela Via Rápida, é um caos. E perigo constante!

Tem carros que esperam na mão e outros que ultrapassam, e depois tem que cortar a frente para poder entrar.

A solução pode ser uma saída antes do viaduto”.

 

Gasolina

O presidente do Sindicatos dos Postos de Gasolina do Estado, Luiz Antônio, disse ontem, em Criciúma: “depois do ranking que foi feito, Criciúma tem a gasolina mais barata do estado”.

O ranking citado é o que foi feito pelo Procon, sob comando do coordenador, Gustavo Colle (já “batizado" de Gustavo do Procon).

 

Mais que a rodoviária

O prefeito Clésio Salvaro passou rapidamente pela reunião para abertura de envelopes na licitação para gestão da rodoviária, e anunciou que pretende repassar para a iniciativa privada também os terminais urbanos, do Centro, Próspera e Pinheirinho. Mas, não fixou prazo para licitação.

A empresa Roteiros do Sul foi quem ganhou a licitação da Rodoviária de Criciúma, com uma proposta/oferta de R$ 1,7 milhão.

A Prefeitura exigia um valor mínimo de R$ 700 mil.

 

Nova sede

O Legislativo de Içara passa a ter um fundo especial para a construção da sede própria. Os primeiros valores serão destinados para a contratação de projeto arquitetônico. Ainda precisam ser vencidas as etapas de compra do terreno e, finalmente, a construção. A proposta da criação do fundo é do vereador Israel Rabelo e estabelece que o valor virá do montante que o Poder Legislativo devolve ao município no final de cada exercício.

4oito

Deixe seu comentário