Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Ônibus de Criciúma vão ficar parados mais uma semana

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 15/08/2020 - 11:37Atualizado em 15/08/2020 - 12:06

A reunião do prefeito Clésio Salvaro com os representantes das empresas de ônibus terminou e não foi desta vez que foi definida a volta do transporte coletivo. Paralisação vai se estender por mais uma semana.

Prefeito disse agora a pouco ao blog:

"Não tem jeito. Decreto do Governador não autoriza o prefeito a decidir sobre a volta agora".

A primeira informação, de ontem à noite, foi que o novo decreto do Governo teria repassado para os prefeitos a decisão sobre o transporte coletivo.

Com isso, o prefeito Salvaro chamou reunião para hoje, antes das 8h, na prefeitura com representantes das empresas do transporte coletivo.

Queria definir decreto para liberar os onibus na segunda-feira.
Na entrada da reunião ele disse:

"Estávamos aguardando apenas como sairia o decreto do Governador. Agora vou para reunião com as empresas para tratar do retorno o mais rápido possível".

Mas, na reunião foram levantadas dúvidas sobre o decreto, e o o prefeito pediu o parecer do diretor executivo da Amrec, advogado Giovani Dagostim, que não identificou permissão para o prefeito decidir a respeito.

Depois disso, encerrou a reunião e passou a fazer contatos com outros prefeitos, autoridades dos Governo e Polícia Militar.

O problema é que o Governo prorrogou por mais uma semana o decreto anterior com medidas restritivas na regiões que estavam em risco gravissimo na semana passada, como a Amrec, que proibiu a circulação de ônibus.

Mas, nas regiões que entraram nesta semana para o estado de risco gravissimo, o Governo manteve ônibus liberados.

"Faltou principio da isonomia", pontuou o advogado Giovani Dagostim, diretor da Amrec.

 

4oito

Deixe seu comentário