Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O convênio com o Bairro e outras da coluna

Depois da mobilização, convênio com Fiesc, Sesi e Senai foi finalmente assinado
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 17/01/2019 - 06:54

Por muito pouco o ano passado não terminou com uma péssima notícia para Criciúma: o fim dos cursos profissionalizantes oferecidos pelo Bairro da Juventude. Mas, a mobilização e a grande repercussão fizeram com que o assunto fosse tratado diretamente na sede da Federação da Indústria do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e o resultado se concretizou, ontem, com a assinatura do convênio com o Sesi e Senai.
O repasse continua praticamente o mesmo do último ano. Serão R$ 20 mil do Sesi e mais R$ 10 mil do Senai, totalizando os R$ 30 mil. Antes o convênio era somente com o Senai, que por mudanças de regras queria restringir o atendimento aos filhos de trabalhadores da indústria, o que inviabilizaria a continuidade dos cursos oferecidos pelo Bairro a 540 adolescentes entre 14 e 18 anos.
A assinatura do convênio é um passo extremamente importante. Tudo ficará como era antes, pelo menos, em 2019. Também já está garantido R$ 25 mil mensais para 2020. Mas até lá dá tempo de planejamento, de busca de novas alternativas e não coloca esse trabalho de fundamental importância em risco.
Vale destacar a mobilização importante de lideranças e empresários da região para que esse convênio não fosse interrompido da forma como vinha sendo encaminhado. Um deles foi Reginaldo Cechinel, presidente do Sindicato da Indústria Plástica da Região Sul (Sinplasc), que encaminhou reunião com o presidente da Fiesc logo em seguida do assunto se tornar público. Mas, a mobilização foi bem maior, envolveu bem mais pessoas. Todas por um bem para a cidade. Deu certo!
A continuidade é justa. O serviço que o Bairro da Juventude presta para Criciúma é inestimável. Não há outro igual no estado. Chama atenção de quem conhece, é referência. Prefeito de Joinville, Udo Döelher, foi um dos que conheceu a estrutura, saiu impressionado e encaminhando parcerias com a entidade.
São vários jovens que encontram no Bairro da Juventude uma profissão, que ali são encaminhados para o mercado de trabalho. Passam os dias ali, aprendendo e sem tempo para as “atrações” das ruas. O Bairro atende, no total, 1,5 mil crianças e para isso precisa de convênios e doações da sociedade. Um exemplo é a campanha SuperAção com as grandes redes de supermercados e Som Maior e A Tribuna.

Mudança na Casan

Vilmar Tadeu Bonetti não é mais superintendente regional Sul/Serra da Casan. Ocupou o cargo nos últimos anos e agora volta para o Samae de Urussanga, onde é funcionário de carreira. No seu lugar, assume de forma interina Alvis Fabiula Bortolotto, engenheira do quadro, até que a nova direção da empresa estatal faça a escolha definitiva. É a segunda nomeação do governador Carlos Moisés para os cargos de confiança que tem na região. O primeiro foi Vitor Bianco Júnior que assumiu como delegado regional no lugar de Ivaldo Gregório Inácio.

Assuntos importantes

A Casan é um dos órgãos do estado com maior volume de convênios assinados em Criciúma. Está iniciando em fevereiro mais uma etapa das obras de esgotamento sanitário e ainda tem a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) na região da Vila Selinger. Além disso, é com a Casan o principal assunto na volta das férias do prefeito Clésio Salvaro, no dia 20 deste mês. O prefeito quer reduzir o valor cobrado do cidadão para o tratamento do esgoto. Caso não consiga êxito no seu pleito, não descarta o rompimento do contrato. Criciúma é uma das principais cidades para a Casan.

Mais um mês

Daniel Freitas, deputado eleito pelo PSL, acredita que dentro de mais um mês deve haver a definição dos nomes indicados pelo novo governo para os cargos de chefia em Criciúma. Além da definição do superintendente da Casan, falta definir Celesc, Gerência de Saúde, Gerência de Educação, Deinfra, entre outros.

Comunicação

O secretário de Estado de Comunicação, Ricardo Dias, conduziu um encontro com profissionais de comunicação de todas as secretarias e entidades da administração indireta do Governo do Estado para alinhar as ações dos profissionais às diretrizes do novo governo. Dias frisou que o foco precisa estar na transparência, no cidadão, na prestação de serviços e na acessibilidade. A reunião foi na manhã desta quarta-feira. O jornalista foi um dos primeiros nomes do Sul a compor o secretariado do governador Carlos Moisés.

O elo

Apesar de inaugurada, a UTI do Hospital São Donato, de Içara, ainda precisa vencer a burocracia. A perspectiva mais positiva é que os primeiros atendimentos serão para fim de março, início de abril. Esse é a primeira grande demanda após a saída do governador Eduardo Moreira. Na secretaria de Saúde estava outro representante da região, Acélio Casagrande. A ligação, agora, poderá ser feita pelo secretário da Fazenda, Paulo Eli, que tem parentesco com o diretor do São Donato, Julio De Luca.

Há dois anos

Ontem, marcou exatos dois anos do fim da Guarda Municipal de Criciúma e da Autarquia de Segurança, Trânsito e Transportes de Criciúma, a ASTC, que passou a ser denominada Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT). A sessão na Câmara de Vereadores, naquele 16 de janeiro de 2017, foi tumultuada e tensa, mas o projeto passou. Foi a primeira polêmica no segundo mandato de Clésio Salvaro.

Prédio do INSS

Mais um passo importante para a obra de reforma do prédio do antigo INSS, na Rua João Pessoa, com a licitação para a contratação de empresa. O local será utilizado para abrigar a Unidade Básica de Saúde Centro e o Laboratório Municipal de Análises Clínicas. O valor da obra é de R$ 1.137.049,53. O prédio abandonado bem no centro da cidade, que pertencia a União, passou para as mãos da Prefeitura em 2017.

Compra de exames

A Prefeitura de Morro da Fumaça irá utilizar R$ 85 mil na aquisição de exames e consultas junto ao Consórcio Intermunicipal de Saúde da Amrec (Cisamrec) neste mês. O valor é R$ 50 mil a mais do que é repassado mensalmente. A intenção é diminuir a fila de espera. Em 2018, Morro da Fumaça ampliou a aquisição de consultas e exames, passando de R$ 303.524,29, investidos em 2017, para R$ 540.837,87 no ano passado, uma elevação de R$ 237.313,58.

Nova gôndola

O vereador Aroldo Frigo Júnior, que é correspondente consular, e o prefeito em exercício de Nova Veneza, Zé Spilere, participaram de audiência com o cônsul geral da Itália, Raffaele Festa. Na pauta, isenções fiscais de importação e exportação de uma nova gôndola e de eventos culturais para as festividades de junho deste ano.

O recurso para a nova gôndola é de uma emenda parlamentar do atual deputado estadual e federal eleito, Darci de Mattos, no valor de R$ 250 mil. A compra deve ser finaliza em Veneza, na Itália, no mês de novembro.

Desafio

Os terrenos baldios seguem sendo um desafio para as administrações públicas. Mesmo com controle rigoroso e leis para a penalização dos usuários, há grandes dificuldades na fiscalização. Especialmente neste período de verão, basta uma circulada pela cidade para observar o mato tomando conta de muitos terrenos abandonados e que se tornam abrigo para animais peçonhentos.

Nova lei

O Legislativo de Criciúma deve elaborar e votar um projeto de lei que que insira nas escolas municipais o debate sobre violência doméstica. O assunto foi um dos temas da conversa do presidente da Câmara de Vereadores, Miri Dagostim (PP), os procuradores Léo Cassetari e Keity Mary Kjhelin e o diretor da Câmara, Sergio Pacheco, com a juíza Eliza Maria Strapazzon, diretora do Fórum de Criciúma.

Sessão solene

A realização de uma Sessão Solene em homenagem aos 75 anos do Fórum da Comarca de Criciúma também pautou a conversa. Nos últimos anos, a Câmara de Vereadores vem se propondo a homenagear pessoas e instituições que colaboram com o desenvolvimento da cidade.

UPA do Rio Maina

Foi assinado, pelo prefeito em exercício de Criciúma, Ricardo Fabris, em reunião com a secretária de Saúde, Francielle Gava, o documento que solicita o processo licitatório para contratação de um profissional para a elaboração de projetos para a UPA do Rio Maina. A intenção é adaptar o local onde hoje funciona a Policlínica. Essa é uma das obras que devem ser inauguradas em 6 de janeiro de 2020.
 
Serra do Corvo Branco

Por mais que a chuva tenha sido forte, acima do esperado, o que aconteceu com o asfalto da Serra do Corvo Branco, entre Grão Pará e Urubici, leva a reflexão. O asfalto é novo, feito há pouco tempo e praticamente foi arrastado pelo temporal.

Colecionando

O empresário Luciano Hang, dono da Havan, não tem papos na língua e anda colecionando uma série de processos. O último foi protocolado pelo Conselho Federal da OAB e OAB Santa Catarina. O motivo é declarações feitas por ele recentemente criticando a instituição.

Lei

A lei sancionada pelo governador Carlos Moisés que incentiva a Política Estadual de Incentivo às Feiras de Produtos Orgânicos é de autoria do deputado do Sul do estado, Luiz Fernando Vampiro (MDB). Santa Catarina é o quarto maior produtor de orgânicos do Brasil.

4oito

Deixe seu comentário