Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Movimento “voto do sul” tem que definir estratégia para depois da eleição

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 21/09/2018 - 06:10Atualizado em 21/09/2018 - 08:19

Quando era deputado estadual, Julio Garcia participou de discussão na ACIC sobre a “bancada parlamentar da região” e fez uma proposta objetiva, de fácil condução e resultados certos.

Queria ele que a ACIC, depois de bem conduzida discussão, evidente, apresentasse aos deputados os principais temas de interessa da cidade e região. E a partir daí,  os assuntos seriam divididos entre os deputados. A cada dois meses (ou mais ou menos), todos seriam reunidos para atualizar informações sobre o andamento dos casos.

A cada demanda resolvida, o deputado receberia outra “missão”.

Todos aprovaram a proposta, mas nada foi feito.

Agora, nova campanha eleitoral está em curso, já na reta final, a ACIC lidera novo movimento em favor do voto em candidatos da região, o que faz muito bem. 

A Tribuna, inclusive, engajada no processo, está publicando todos os dias a lista completa de todos os candidatos a deputado do sul catarinense. São mais de 80.

Mas, é preciso é ir além disso.

Talvez, retomar a proposta de Julio Garcia (que, pro sinal, está de novo candidato, buscando aval para retornar como deputado estadual).

Não adianta apenas pedir voto nos candidatos do sul, e ajudar a eleger uma boa bancada, se não tiver uma estratégia de ação com eles para depois.

Ainda mais que a região não estará no núcleo de poder a partir de janeiro, porque não terá governador, nem vice.

É preciso que a bancada de deputados que venha a ser eleita faça o papel.

Mas, se não amarrar direito agora, antes do voto, cada um pode depois cuidar dos seus interesses, e dos seus aliados diretos.


Pesquisa nova

NSC TV publica hoje nova pesquisa Ibope sobre a intenção de voto do eleitor de Santa Catarina para governador.

Os números serão divulgados no NSC Noticias, 19h.

É a segunda pesquisa do Ibope em Santa Catarina para governador, depois que os candidatos foram definidos pelas convenções.

É grande a expectativa no ambiente politico sobre movimentação dos candidatos, depois de boa parte das campanhas encaminhadas.

Na primeira, divulgada no dia 17 de agosto, Décio Lima (PT) apareceu em primeiro - 16%, Mauro Mariani (MDB) em segundo - 11% e Gelson Merisio (PSD) na terceira posição - 6%.


Ponticelli assumiu

Amanhã, pela manhã, o prefeito Joares Ponticelli (PP) entra na campanha de Jair Bolsonaro para presidente com um bandeiraço no centro de Tubarão.

Ele disse que não vai fazer reunião política para anunciar posição porque tem pouco tempo de campanha e que o momento é de “pedir voto”.

Ponticelli é o segundo prefeito mais importante da aliança de Gelson Merisio (PSD) que entra na campanha de Bolsonaro no estado. O primeiro foi o de Chapecó, Luciano Buligon, que foi expulso do PSB por causa disso.


Na rua

O deputado Luiz Fernando Vampiro foi literalmente para a rua, ontem cedo.

Nas sinaleiras, fez pessoalmente a sua “panfletagem".

A projeção da campanha de Vampiro é que seja o mais cotado em Criciúma e região.


Carreata do Mito

Os coordenadores de Jair Bolsonaro em Criciúma pretendem fazer amanhã a maior carreata da campanha de 2018 em Santa Catarina.

São esperados militantes e cabos eleitorais de praticamente todo o estado. A partir de 8h.


Compromisso assumido

O deputado Rodrigo Minotto (PDT), candidato a reeleição, assumiu compromisso ontem na Unesc de trabalhar a partir de janeiro pela montagem de uma frente parlamentar em favor das universidades comunitárias.

Na segunda-feira, Minotto participou do debate com candidatos a deputado estadual feito pelo DCE da UNESC, quando foi muito discutida a preservação do artigo 170.

Além de Minotto, participaram do debate os deputados Luiz Fernando Vampiro (MDB) e Valmir Comin (PP), e mais 10 candidatos. 


Na Capital

A deputada estadual Ada De Luca (MDB), candidata à reeleição, fez ato de campanha na quarta-feira à noite, em Florianópolis, tendo no palanque o prefeito Gean Loureiro e o ex-governador Paulo Afonso, ambos MDB.

Além disso, teve a participação de dois vereadores da Capital.


Obras na br 101

Durante o Forum Sul de Desenvolvimento de Negócios, o gerente da Secretaria de Planejamento do Estado, Luiz Carlos Pacheco, anunciou que o Governo Federal sinalizou a liberação de recursos para obras complementares na br 101, trecho sul.

Audiência públicas serão realizadas ainda em 2018. Inclusive para tratar da implantação das praças de pedágio a partir de 2019.

4oito

Deixe seu comentário