Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Eleição de 2020 em Criciúma

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 07/10/2019 - 06:00Atualizado em 07/10/2019 - 07:21

No dia de hoje, ano que vem, os eleitos ja terão comemorado, feito entrevista coletiva e provavelmente iniciado o processo de composição de governo. A eleição será no dia 4.

Em política, um ano passa rápido. Mas, há muito ainda a ser encaminhado em Criciúma, maior cidade do Sul, para definir o mapa da eleição.

Antes disso, há duas perguntas a responder.

Primeira - o “furacão" de 2018 ainda vai produzir desdobramentos e influenciar na decisão de voto?

Segunda - vai ter vários candidatos a prefeito ou vai ter um de situação e um de oposição?

A partir das respostas, e quando elas puderem ser dadas com segurança, o mapa estará definido e as apostas poderão ser feitas com maior segurança. Porque, dependendo da resposta, muda tudo.

Hoje, a rigor, tem um candidato na praça. O prefeito Clésio Salvaro, PSDB, que vai a reeleição. Provavelmente com o mesmo vice, Ricardo Fabris, PSD.
Além dele, tudo é especulação (e muito chute).

Jorge Boeira (PP), deputado Jessé Lopes, coronel Cosme e vereador Julio Kaminski (PSL), Angela Mello (MDB), Jeferson Monteiro (PL), deputado Rodrigo Minotto (PDT) e Andre Casagrande (Novo) são os mais citados.

Quantos e quais serão confirmados, vai depender das articulações a partir de agora, do desempenho do Governo Salvaro e suas relações com a sociedade, das influências externas e do ambiente predominante.

4oito

Deixe seu comentário