Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Eduardo reúne bolsonaristas e separa Moisés

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 08/11/2019 - 05:57Atualizado em 08/11/2019 - 07:14

Eduardo Bolsonaro, deputado campeão de votos, quase embaixador do Brasil nos Estados Unidos, líder do partido do governo na Câmara, filho do presidente da República, um dos principais políticos do momento no país. Ele chega hoje à tarde em Criciúma, e desloca para cá o foco da cena política do estado.

A mídia política do estado estará aqui, ou em sintonia. Os políticos de todos os partidos estarão ligados. Será o principal fato político da semana em Santa Catarina.

Os principais “bolsonaristas" do estado virão ouvi-lo. Inclusive, a vice-governadora, Daniela Reinehr.

A expectativa é que Eduardo dê pelo menos uma perspectiva sobre o futuro partidário do seu grupo politico. Ficar no PSL, ou fundar um novo partido. A especulação mais forte em Brasília é que o presidente Bolsonaro cancele filiação no PSL nos próximos dias e anuncie decisão de criar um novo partido.

Assim, os deputados “bolsonaristas" poderão migrar com ele, sem o risco de perder o mandato. A lei da infidelidade só pode ser aplicada quando sai de um partido para outro que já existe.

Mas, não há nenhuma garantia, nem sinalização mais segura, que Eduardo fará qualquer anuncio sobre isso. Até porque, não está claro se o presidente realmente já tomou a decisão.

O que está nas projeções é que Eduardo vai lançar (ou recomendar) a candidatura da sua amiga, advogada Julia Zanatta, a prefeitura de Criciúma, se comprometer em dar apoio, e, na medida do possível, participar da campanha. Além disso, vai fazer mais evidente a separação no PSL entre “bolsonaristas” e “moisesistas”.

Não vem

O governador Carlos Moisés, eleito pela “onda Bolsonaro”, não virá receber, nem ouvir, Eduardo Bolsonaro.

Ele está cada vez mais procurando se afastar do presidente (e seus filhos).

Moisés tem o comando do PSL no estado, e ficará no partido se o presidente Bolsonaro sair.

A vice

A vice-governadora Daniela Reinehr será pressionada hoje em Criciúma, mesmo que de maneira sutil, a se posicionar na divisão que está estabelecida hoje no PSL catarinense.

Com Daniel

Primeiro compromisso de Eduardo Bolsonaro será um almoço na casa do empresário Ronaldo Freitas, pai do deputado Daniel Freitas. Uma sinalização importante para o deputado.

4oito

Deixe seu comentário