Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Eduardo e a candidatura a federal

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 09/10/2019 - 05:50Atualizado em 09/10/2019 - 06:43

O ex-governador Eduardo Moreira aterrissa em Criciuma na próxima semana para iniciar processo de ajuste de sintonia com o seu partido, o MDB.

Ele emite sinais que pode disputar eleição para deputado federal em 2022, e para isso precisa se recompor com a sua base principal.

Nos últimos meses, Eduardo se distanciou do MDB de Criciúma, por divergências com o grupo que assumiu o comando do partido, liderado pelo deputado Luiz Fernando Vampiro.

Ele fez vários movimentos, tentou articulações, mas o comando do partido não deu sequência, e fez diferente.

Um destes movimentos foi para tentar evitar a saída do partido do vereador Ademir Honorato.

Ele veio a Criciuma só para pedir ao vereador que ficasse, mas quatro dias depois o comando do partido lhe deu “carta de alforria”.

Depois disso, o comando do partido se posicionou sobre candidaturas para eleição de 2018, sem consultá-lo.

Como efeito, houve um distanciamento com o deputado Luiz Fernando Vampiro, que era o seu afilhado político. Os dois não conversam faz de dois meses.

No encontro do MDB em Siderópolis, no sábado, eles nem trocaram cumprimentos.

Ontem à noite, Eduardo disse que não viu Vampiro, e teve que sair mais cedo.  

Em principio, logo depois que deixou o Governo, Eduardo anunciou disposição de disputar o Senado.

Mas, o espaço para federal está aberto na região, o MDB do sul não elegeu ninguém em 2018.

4oito

Deixe seu comentário