Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Amin e Merisio no Sul, Daniel com Bolsonaro e outras da coluna

Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 30/04/2018 - 06:04Atualizado em 30/04/2018 - 09:20

Nenhum politico ainda pode falar como candidato, nem pedir votos. Mas, todos estão com pé no fundo no acelerador. As articulações vão sendo afuniladas, e o jogo começa a ficar mais claro.

No sábado, Esperidião Amin, PP, e Gelson Merisio, PSD, estavam juntos em Sombrio, durante evento do deputado José Milton Scheffer, PP. E numa sintonia perfeita. 

Os dois passaram a mensagem que estão “fechados" para a eleição. Merisio disse: “Nós estaremos com o PP, só não sei se será comigo na cabeça de chapa, ou com o Esperidião”.

Amin, na seqüência, fez discurso na mesma linha.

Há duas situações a conferir com o passar do tempo. A primeira, o que vai mudar se Merisio realmente deixar o comando do PSD em junho, como está projetado.

A segunda, é se os dois partidos conseguirão atrair o PSDB para a aliança. 

Paulo Bauer, lançado pré-candidato do PSDB ao governo, também estava no sul no sábado, mas cumpriu agenda própria. Reuniu políticos do partido em Laguna.

Ele depende dos próximos passos da investigação sobre caixa dois de mais de r$ 11 milhões para sua campanha em 2014, citada em delação na Lava Jato.

Enquanto isso, também no sábado, o MDB fazia encontro no oeste, na cidade de São Lourenço do Oeste. Eduardo Moreira e Mauro Mariani lado a lado.

Mariani fez a defesa do governo tampão de Eduardo: "O MDB não governa para um ou outro, governa para Santa Catarina toda, acabou o tempo do apadrinhamento. É esse o governo que o Eduardo está fazendo e vai fazer em nome do MDB de SC”. Eles se empenham para demonstrar unidade. 

São as principais forças políticas do estado em movimento. Dos quatro partidos, vão sair duas ou três chapas.

Pelas circunstâncias de hoje, PSDB é o pêndulo. Pode compor com PSD-PP, ou com o MDB. Ou pode até montar chapa pura, o que é pouco provável.


Plano B

Se o PSD ficar mesmo com PP, que está muito encaminhado, o MDB deve ter o PODEMOS na sua aliança e apoiar a candidatura ao senado do ex-deputado Fernando Coruja, de Lages.

Coruja é inimigo de Raimundo Colombo.


Com o “mito"

O vereador Daniel Freitas se encontrou com o presidenciável Jair Bolsonaro, ontem, em Balneário Camboriu.

Os dois gravaram um video, onde Daniel convida para o ato politico para sua filiação ao PSL e Bolsonaro agradece o apoio.

Daniel é candidato a deputado federal pelo partido de Bolsonaro.


Sob nova direção

Três perguntas para Roseli de Luca, nova presidente do PSDB de Criciuma

1- Está assumindo o partido num momento de maior descrédito da política com o cidadão eleitor. Como administrar isso ??

Roseli - Não tenho vergonha de dizer que faço política porque sempre usei a política para fazer o que acho correto e no comando da Secretaria de educação não faço política partidária e não deixo usarem a Secretaria para isso.

2- O que fazer para aproximar/ajustar a sintonia entre bancada de vereadores e governo do prefeito Salvaro ?

Roseli - Reuniões com os  vereadores para mostrar as ações do governo e a importância deles para que o governo possa mostrar para que veio. Ser uma presidente sempre presente e atuante. Mostrar que eles não se elegeram sozinhos e que tem um partido e uma administração que está acima de tudo, e que a cidade precisa de ações que mudem a vida das pessoas.

3- Como vai administrar a situação do vereador Kaminski?

Roseli - O partido não possui nada contra o vereador, se ele não está contente a decisão é dele, mas se esta for a sua vontade ele sabe que o partido pode pedir seu mandato. Particularmente acho que o Kaminski não pretende sair do partido. Sou amiga pessoal dele e vou ficar feliz se ele continuar conosco


Na beira da praia

De novo, um fim de semana de sol, muitas pessoas na beira da praia no Balneário Rincão, e os carros para lá, e para cá.

Nenhuma fiscalização. Carros passando entre crianças, jovens e adultos. Alguns, em alta velocidade.

O pior é que ali as pessoas não estão preparadas para cuidar com circulação de veículos.

Falta de educação de quem dirige. Falha do poder publico que não age.

4oito

Deixe seu comentário