Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A ação dos R$ 7 milhões

Márcio Búrigo diz que quem assinou o contrato em 2012 foi Clésio Salvaro
Adelor Lessa
Por Adelor Lessa 06/07/2019 - 17:15

O ex-prefeito Márcio Búrigo (PP) reagiu à informação de ação judicial que está sendo montada pela procuradoria do município para cobrar os R$ 7 milhões que foram pagos no seu mandato para uma empresa de Tubarão, por serviço não consumado. Márcio diz que o contrato com a empresa de Tubarão foi assinado pelo prefeito Salvaro, no primeiro mandato, em 2012, e que apenas deu sequência porque o município precisava de "negativas de débito". Acrescentou que o valor pago foi "remuneração pelo trabalho" e que o contrato é "absolutamente legítimo e legal".

Pelo que está dito no Paço, o problema não está na assinatura do contrato. Mas no pagamento da comissão. O contrato previa pagamento de 20% do valor total pago ao INSS que fosse compensado. O processo foi feito para compensação de R$ 35 milhões. Só que a operação não foi aprovada. No final, o município pagou os R$ 7 milhões de comissão e mais os R$ 35 milhões que seriam compensados.

A procuradora do município, advogada Ana Cristina Youssef, e o prefeito Clésio Salvaro vão se reunir na segunda-feira pela manhã para definir o ajuizamento da questão.

4oito

Deixe seu comentário