Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A estreia da CPI da Afasc na Câmara

Primeira reunião do colegiado será nesta terça, para eleição do presidente e demais cargos
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 18/11/2019 - 17:58Atualizado em 18/11/2019 - 18:03
Vereador Arleu propôs a criação da CPI / Divulgação
Vereador Arleu propôs a criação da CPI / Divulgação

Oficialmente montada, a Comissão de Inquérito (CPI) que vai investigar a gestão financeira da Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (Afasc) terá a sua primeira reunião nesta terça-feira, 19, às 15h, na Câmara. No encontro, os vereadores vão eleger o presidente, relator e secretário da comissão, que será responsável por apurar detalhes sobre as finanças da Afasc a partir de janeiro de 2013, período compreendido pela requisição do autor da proposta, vereador Arleu da Silveira (PSDB).

Além de Arleu, são membros da comissão os vereadores Toninho da Imbralit (MDB), Aldinei Potelecki (PRB), Julio Colombo (PSB), Edson Paiol (PP), Camila do Nascimento (PSD) e Pastor Jair Alexandre (PSC).

O pedido de constituição da CPI veio à tona depois das recentes denúncias envolvendo irregularidades na gestão de carnes que serviam às crianças, que foram desviadas e estão no foco de uma investigação da Polícia Civil.

Confira também:

Controlador da Afasc promete burocratização de procedimentos

Arleu garante investigação justa e transparente na Afasc

CPI vai se arrastar ao período pré-eleitoral

CPI da Afasc "trabalhará no justo", assegura vereador

CPI da Afasc é criada a pedido de Arleu