Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Vai começar a Fórmula 1

Apresentação das equipes
João Nassif
Por João Nassif 09/03/2020 - 06:20

Thiago Ávila *

No próximo final de semana, os carros mais badalados e velozes do mundo estarão de volta às pistas para o início da nova temporada da Formula 1, para o GP da Austrália, em Melbourne. Como de costume aqui no blog, faremos uma análise de como as equipes chegam para o ano e enumeraremos do melhor ao pior carro de 2020.

1º MERCEDES

Os flechas prateadas tem totais condições de levar o heptacampeonato e se reafirmar o seu enorme domínio na era dos motores híbridos. Foram excelentes na pré-temporada, com Bottas chegando a fazer tempo de pole position em um dos dias. Para completar, eles têm o melhor piloto do grid, Lewis Hamilton, que está há um passo de quebrar todos os recordes de Michael Schumacher. A única coisa que pode impedir de isso acontecer é a confiabilidade do motor, que quebrou algumas vezes nos testes de Barcelona.

2º RED BULL

A parceria Red Bull-Honda funcionou bem no ano passado, com Max Verstappen conseguindo vencer três corridas. Tudo indica que a equipe de energéticos dará um passo à frente em relação a 2019 e será a principal adversária da Mercedes. A única dúvida é que não sabemos de praticamente nada sobre o carro deste ano, a Red Bull em nenhum momento se mostrou brigar por altos tempos durante os testes de pré-temporada. Mas uma coisa é certa: o carro não apresentou nenhum problema, e parece ser o mais confiável até o momento.

3º FERRARI

Carro lento nos testes, confiabilidade baixa, aerodinâmica pior que no ano passado, chefe de equipe admitindo publicamente que o carro não é bom, e agora mais acusações de ilegalidade no motor de 2019. Tudo dá errado para a equipe de Maranello! Mesmo com diversos problemas, ainda é uma equipe de ponta, por conta de todo o dinheiro investido, e tem dois pilotos excelentes, Sebastian Vettel e Charles Leclerc, que ainda vão (sim, estou afirmando) colocar os italianos nas cabeças. O chefe de equipe, Mattia Binotto, já afirmou que pretende encerrar o desenvolvimento do carro mais cedo este ano para focar em 2021, quando o regulamento vai sofrer diversas alterações.

4º RACING POINT

A equipe de Lawrence Stroll tem tudo para fazer a melhor temporada desde a entrada em 2018. Nos testes, impressionou após os tempos muito próximos à Mercedes e principalmente ao design extremamente parecido com o dos alemães em 2019, dando o apelido de ‘Mercedes Rosa’. A equipe deve andar muito próxima a Ferrari neste início de temporada, podendo ficar até na frente, quem sabe.

5º MCLAREN

Não há muita diferença entre o carro de 2019 para o deste ano. A equipe de Carlos Sainz e Lando Norris deve se manter no pelotão do meio com uma boa disputa com a Racing Point pelo quarto lugar.

6º RENAULT

Com a boa melhora na reta final do ano passado e um desempenho interessante nos testes dessa temporada, os franceses devem ser os principais rivais da McLaren e Racing Point na disputa pelo melhor do resto.

7º ALFA ROMEO

A Alfa Romeo promete uma boa evolução para o carro deste ano. Só na pré-temporada, a equipe satélite da Ferrari liderou duas sessões de testes, com Kimi Raikkonen e o piloto de testes Robert Kubica. A chegada do polonês, com um bom dinheiro, aliada com a ajuda da Ferrari no design do carro, os alvirrubros devem ser um dos destaques positivos do novo ano, podendo competir mais no pelotão intermediário. Os problemas são os pilotos, um velho demais e o outro a esperança (ou desesperança) Antonio Giovinazzi.

8º ALPHATAURI

A antiga Toro Rosso, agora uma marca de roupa exclusiva da Red Bull, deve seguir na mesma linha que terminou 2016, com cores novas. Pierre Gasly e Daniil Kvyat seguem no páreo, são dois pilotos com boa rodagem na equipe, e que devem fechar bem o quinteto de equipes médias da F1. O novo carro é um modelo que lembra a Red Bull do ano passado, será que os resultados também?

9º WILLIAMS

Tudo o que vier é lucro. Essa é a filosofia da equipe de Grove no momento depois da pior temporada da história em 2019. E não foram maus nos testes de Barcelona. Russell e Latifi andaram no mesmo ritmo de equipes como a McLaren e Renault, e com certeza dessa vez irão voltar a ser competitivas.

10º HAAS

Estão indo de mal a pior. Depois de um ano desastroso em 2019, a equipe não conseguiu se encontrar na pré-temporada. Foram piores que a Williams e o carro parece um Formula 2. A equipe de Gunther Steiner deve ser ocupar o lugar que era dos britânicos ano passado, claro, ainda sendo competitivos. A situação é tão complicada que Gene Haas, proprietário da equipe, já pensa em se retirar da categoria na próxima temporada.

* Jornalista

4oito

Deixe seu comentário