Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Único campeão brasileiro do interior

Almanaque da Bola #536
João Nassif
Por João Nassif 10/01/2020 - 10:10

Neneca; Mauro, Edson, Gomes, Miranda; Zé Carlos, Renato, Zenon; Capitão, Careca e Bozó. Muitos ainda se lembram deste time que sob o comando do técnico Carlos Alberto Silva surpreendeu o Brasil e se tornou campeão brasileiro há exatos 40 anos.

A aposta do Bugre no técnico, ainda um desconhecido se deveu à necessidade do clube em investir nos jogadores da base pela falta de recursos para montar um time com jogadores mais experientes. Aliás, foram contratados alguns mais rodadas que mesclados com os garotos levou o Guarani a fazer a maior campanha de sua história no campeonato nacional de 1978.

O goleiro Neneca veio do Náutico, Zé Carlos que anos depois conquistaria pelo Criciúma o campeonato estadual de 1986 e Zenon do Avaí vieram de times de fora do estado de São Paulo. O capitão Edson era jogador do São Bento de Sorocaba, Gomes o outro zagueiro chegara do Saad, Capitão veio do XV de Piracicaba e Bozó era cria do São Bento com passagens pelo Santos e Atlético-MG.

Os laterais, Mauro e Miranda, o meia Renato e o centroavante Careca foram criados no próprio Brinco de Ouro da Princesa. Estava formado um grande time que se tornou o primeiro e até agora único clube do interior campeão brasileiro da primeira divisão. 

A campanha teve altos e baixos até a fase final. O jogo que alertou o país sobre uma grande equipe que poderia chegar ao título aconteceu no Beira-Rio quando até vítima de chacota pelos nomes de seus atacantes, o Guarani enfiou 3x0 no Internacional com quase todos remanescentes do bicampeonato conquistado em 1975-1976.

Nas semifinais o Guarani venceu duas vezes o Vasco da Gama, a primeira em Campinas por 2x0 e no jogo da volta 2x1 no Maracanã.

O título foi conquistado em cima do Palmeiras com duas vitórias por 1x0. No primeiro jogo o goleiro Leão foi expulso depois de ter dominado uma bola e provocado deu uma cotovelada no Careca dentro da área. Pênalti e com Escurinho improvisado de goleiro Zenon definiu a vitória perante mais de 100 mil torcedores no Morumbi.

Em Campinas no jogo da volta nova vitória bugrina por 1x0 com gol de Careca.

Guarani campeão brasileiro de 1978.
 

4oito

Deixe seu comentário