Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Torneio das maiores goleadas

Almanaque da Bola #345
João Nassif
Por João Nassif 03/07/2019 - 11:34

Na história da seleção brasileira ficou marcado o campeonato sul-americano de 1949 que foi disputado no país com a participação de oito dos 10 países filiados à Confederação Sul Americana de Futebol. Apenas a Argentina e a Venezuela ficaram de fora.

Depois de cada seleção disputar sete partidas entre Rio de Janeiro e São Paulo, nos estádios de São Januário e Pacaembu, Brasil e Paraguai terminaram empatados na primeira colocação com seis vitórias e uma derrota cada um. No jogo desempate a seleção brasileira venceu pelo placar de 7x0 em São Januário perante 55 mil torcedores.

Seleção campeã em 1949

Foi nesta competição que a seleção brasileira imprimiu as duas maiores goleadas entre todos os jogos da sua história.

Na abertura da competição o Brasil venceu o Equador por 9x1 jogando no Rio de Janeiro, com 02 gols de Tesourinha, 02 de Jair, 02 de Simão e um gol de Ademir, Otávio e Zizinho.

Mas, foi no segundo jogo do Brasil que aconteceu a maior goleada de toda história. No Pacaembu no dia 10 de abril de 1949 a seleção venceu a Bolívia por 10x1. Nininho marcou 03 gols, Cláudio, Simão e Zizinho marcaram 02 cada um e Jair completou a goleada.

Com o final de desempate a seleção brasileira marcou 46 gols em 08 jogos com média altíssima de quase 06 gols por jogo o que não era surpreendente no futebol daqueles tempos. A seleção campeã sul americana formou a base para o Mundial de 1950 que também foi realizado no Brasil.

Sob o comando do Flávio Costa o Brasil jogava em 1949 com Barbosa, Augusto e Mauro; Eli, Danilo e Noronha; Tesourinha, Zizinho, Ademir, Jair e Simão, quase todos que estariam presentes na Copa do Mundo.
 

4oito

Deixe seu comentário