Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Sexta-feira é o dia D para o Criciúma

João Nassif
Por João Nassif 20/07/2021 - 06:45

A vitória do Novorizontino sobre o Paraná em Curitiba no encerramento da penúltima rodada do primeiro turno colocou o Criciúma na quarta posição, ainda na zona de classificação.

O time conquistou até agora 12 dos 14 pontos pelas quatro vitórias em casa e dois pelos empates fora de casa contra times da parte de baixo da tabela, São José e Oeste.

Por isso o jogo de sexta-feira contra o Figueirense no Heriberto Hülse é fundamental, primeiro para manter os 100 % dentro de casa e segundo por avançar na pontuação e permanecer entre os quatro que irão para a segunda fase.

E terceiro pelo fato de no returno enfrentar os times do G-4 fora de casa, Ituano, Ypiranga e Novorizontino. Por enquanto o Botafogo ainda ameaça pela proximidade com seus 13 pontos, mas o jogo contra o time do Argel Fucks será dentro de casa.

Insisto, o jogo de sexta-feira é o mais importante até agora para que o Criciúma consiga superar o trauma das duas derrotas que o tirou da primeira colocação da chave.

Nem quero ficar alertando sobre o fracasso defensivo dos dois últimos jogos quando sofreu cinco gols depois de sua defesa ter sido vazado apenas uma vez nos seis primeiros jogos.

E muito menos alerto para o ataque de uma pobreza impensável, pois marcou apenas sete gols, sendo três de bola parada nos oito jogos já disputados.

Fico apenas na expectativa do técnico Paulo Baier ter nestes dias de trabalho feito as correções necessárias para que os setores fragilizados possam entrar em harmonia e mostrar um futebol diferente do que foi apresentado até agora. Mesmo as vitórias não deixaram boa impressão em um time que luta pelo acesso.


 

4oito

Deixe seu comentário