Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Série C, a terceira divisão

Almanaque da Bola #500
João Nassif
Por João Nassif 05/12/2019 - 09:46Atualizado em 06/12/2019 - 06:49

O campeonato brasileiro da série C é uma competição equivalente a terceira divisão e é disputado desde 1981.

Desde o primeiro campeonato houve várias mudanças no regulamento até que a CBF em 2009 padronizou a competição que passou a ser disputada por 20 clubes divididos em dois grupos com 10 em cada um e regionalizada da melhor forma possível.

Este novo padrão deveu-se à criação da série D, a quarta divisão, para que pudesse ser implantado o regime de acesso e descenso. Nos primeiros campeonatos eram formados quatro grupos com cinco clubes, formato que durou até 2014 quando foi implantado o formato atual.

Os quatro primeiros na primeira fase de cada grupo da série C se classificam e se cruzam para as quartas de final. Os vencedores desta fase estão automaticamente classificados para a série B no ano seguinte.  

Os dois últimos colocados de cada grupo são rebaixados para a série D.

Desde o primeiro campeonato brasileiro da terceira divisão em 1981 foram disputadas 29 edições. No início em alguns anos o campeonato não foi disputado por questões muito mais políticas e pelo inchaço das divisões principais atendendo outros interesses que não o futebol em sua essência.

Somente a partir de 2001, depois da virada de mesa com a disputa da Copa João Havelange no ano anterior, é que o campeonato passou a ser disputado regularmente.

Dois clubes, Vila Nova e Atlético, ambos de Goiás são os maiores vencedores da série C com dois títulos cada um. Santa Catarina teve três campeões, Avaí, Joinville e Criciúma que venceram uma vez o campeonato.

O maior artilheiro numa única edição da série C é Túlio Maravilha que marcou 27 gols em 2007 quando atuava pelo Vila Nova de Goiás. 
 

4oito

Deixe seu comentário