Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Segundo ciclo de Telê Santana na seleção

Almanaque da Bola #314
João Nassif
Por João Nassif 02/06/2019 - 23:18Atualizado em 03/06/2019 - 06:21

Conforme foi combinado hoje é dia de falar sobre o segundo ciclo do técnico Telê Santana no comando da seleção brasileira.

Telê foi demitido logo após a eliminação pela Itália na Copa do Mundo de 1982, sendo substituído por Carlos Alberto Parreira que durou pouco no cargo. Mais rápida  ainda foi a passagem de Evaristo de Macedo que havia sido contratado para substituir Parreira e ficou no comando menos de um mês.

As eliminatórias para o Mundial de 1986 estavam próximas e a solução encontrada pela direção da CBF foi chamar novamente Telê Santana que teve apenas duas semanas para preparar a equipe para disputar a vaga para a Copa do Mundo.

Numa chave com Bolívia e Paraguai a seleção brasileira se classificou com duas vitórias por 2x0 fora do Brasil e empatou duas vezes em 1x1 jogando com o Paraguai no Maracanã e com a Bolívia no Morumbi.

Depois de vários amistosos preparatórios para a Copa do Mundo no dia 01 de junho o Brasil estreou no Mundial vencendo a Espanha por 1x0. Fechou a primeira fase invicta com vitórias sobre a Argélia por 1x0 e sobre a Irlanda do Norte por 3x0.

Venceu a Polônia por 4x0 nas oitavas de final e foi eliminada pela França nas quartas de final na decisão por pênaltis depois de empatar 1x1 no tempo normal e prorrogação. 

Neste jogo Zico perdeu um pênalti ainda no segundo tempo do tempo regulamentar.

Com esta nova derrota em Copa do Mundo Telê foi novamente demitido e em seu lugar entrou Carlos Alberto Silva.
 

4oito

Deixe seu comentário